BahiaTurismo

Salvador tem primeira temporada turística de observação de baleias com saída do Comércio

Cerca de 25 mil baleias visitarão o litoral da Bahia nos próximos meses. Muitas delas já passam pelas águas mornas do estado, onde encontram as condições necessárias para parir e amamentar seus filhotes. Já vistos no Arquipélago de Abrolhos, Porto Seguro e Litoral Norte, estes animais passeiam por Salvador também, onde é possível vê-los de perto. Para assistir às acrobacias e ouvir os sons emitidos pelas jubartes, a Rede Mar Brasil, através do Projeto Baleias Soteropolitanas – PBS, promove a primeira temporada de Turismo de Observação de Baleia Embarcado – Tobe, a partir do início de agosto.  

A equipe do projeto realizou, nos dias 28 e 29 de julho, saídas de barco a fim de mapear pontos de avistagem de baleias e coletar informações relevantes para fortalecer a luta pela sua preservação, através do turismo educativo e ciência. “O diferencial do Baleias Soteropolitanas é a observação das baleias com cunho para além do turismo, envolvendo ciência, meio ambiente, preocupação social e resgate histórico e cultural desde as práticas de caça e extração do óleo para iluminação pública, entre outras utilizações que dizimaram, por muitos anos, a espécie aqui na região”, afirma William Freitas, presidente da Rede Mar e idealizador do projeto. 

O projeto defende ainda que a função de preservação da espécie tem que estar alinhada com a educação e demandas da comunidade, sendo necessário incluir a cidade na discussão do tema e promover a cidadania oceânica a partir desta atividade que movimenta, segundo a Rede Mar, um mercado de US$2 bilhões ao ano. Por ser um produto relativamente novo, poderá gerar renda para os pescadores das colônias de pescas da capital, por exemplo, que conhecem como ninguém o deslocamento das baleias na cidade e serão capacitados pelo projeto para oferecer o serviço de observação e, assim, impulsionar as microeconomias do bairro. 

Passeio

Cativante e encantadora como os soteropolitanos, a Megaptera novaeangliae, popularmente chamada de baleia-jubarte ou baleia-cantora, apresenta um longo repertório musical e é conhecida por suas acrobacias nos diversos comportamentos realizados fora d’água. Fazendo jus à cidade da música que agora se prepara, segundo William, para ser a capital das baleias jubartes no Brasil. 

Os pesquisadores do @redemarbrasil, através do Coordenador do Projeto, o biólogo e mestre em Ecologia, Victor Bandeira, aponta que será uma temporada com muitos animais. Após uma hora de barco mar adentro, saindo da capital, já é possível observar as primeiras baleias. Além do passeio de avistagem, o cruzeiro é uma excelente oportunidade para o turista conhecer Salvador da perspectiva que a fez ser a primeira capital do Brasil, a vista do mar para a terra, e conhecer um pouco da sua história e fundação, para entender a relação das baleias jubartes com a cidade que antes as caçava e, agora, as protege e abriga. 

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: