saúde

Hospital Jorge Valente firma acordo com MP-BA para adequar protocolo contra incêndios

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Hospital Jorge Valente para sanar irregularidades detectadas em inspeções realizadas pela Diretoria de Vigilância Sanitária e Ambiental do Estado da Bahia (Divisa) e pelo Corpo de Bombeiros. 

De acordo com informações do órgão, o documento de autoria da  promotora Joseane Suzart aponta que um relatório de fiscalização produzido pelo Corpo de Bombeiros apontou que o hospital não apresentou laudo de controle dos materiais de acabamento e revestimento utilizados na unidade. Também não foi apresentada relação ou certificação dos brigadistas.

“Com o intuito de se readequar, o estabelecimento declarou ao MP que já firmou contrato e prestação de serviços com uma empresa, com o objetivo de elaborar o projeto de instalação de equipamento de proteção contra incêndio e pânico, em conformidade com o Decreto Estadual n°16.302/15, para aprovação no Corpo de Bombeiros”, destacou Suzart.

Referente à Brigada de Incêndio, o hospital informou que no momento está na fase de seleção dos participantes para novos brigadistas.  Já a respeito das exigências feitas pela Divisa, a instituição se comprometeu a cumprir em até cinco anos.

Dentre as mudanças que serão implementadas no hospital constam a melhoria da circulação do corredor e acesso aos apartamentos e enfermarias das unidades de internação; e, na área de emergência e unidade de internação pediátrica, o hospital se comprometeu a adequar a estrutura física de ambientes subdimensionados e o espaço entre os leitos. 

A promotora acrescenta que os problemas identificados nas borrachas de vedação dos refrigeradores dos postos de enfermagem, para armazenamento de medicação, e nos revestimentos dos móveis e poltronas para acompanhantes já foi solucinado.

Fonte:BNews

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: