Brasil

Decisão do STF pode encerrar greve dos funcionários dos Correios nesta sexta-feira

Caso a decisão da Corte seja por prorrogar por mais um ano as cláusulas decididas na negociação do ano passado, os funcionários terão mantidos todos os benefícios existentes.

O fim de auxílios como o que custeia a creche de funcionárias mães ou de ajuda a filhos com problemas de saúde é uma das principais razões da paralisação, que teve adesão de 70% da categoria em todo o país.Em nota, os Correios informaram que a paralisação atingiu apenas 20% do efetivo e “não afeta os serviços de atendimento da estatal”. “A empresa já colocou em prática seu Plano de Continuidade de Negócios para minimizar os impactos à população. Medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, remanejamento de veículos e a realização de mutirões estão sendo adotadas”, afirmam.

Articulação com os ministros

De acordo com o secretário da FENTECT (Federação Nacional dos Trabalhdores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares), Emerson Marinho, a área jurídica dos sindicatos está fazendo um trabalho de articulação para tentar sensibilizar a Corte para atender ao pleito da categoria.

“Estamos acompanhado o julgamento no STF. A greve pode se estende até o próximo mês ou acabar na sexta-feira dependendo do resultado. Se o STF restabelecer a sentença normativa, vamos levar para a categoria, mas com certeza não há mais necessidade de manter a greve”, afirmou à coluna.

O ministro Dias Toffoli votou para que o acordo tenha apenas duração de um ano, o que não atenderia o pleito dos trabalhadores. Ainda faltam os votos dos outros ministros que tem até a próxima sexta-feira para que o plenário virtual da corte chegue a uma decisão.

No governo, apesar de o presidente dos Correios, Floriano Peixoto, reforçar que a “realidade do país” exige novas medidas, a avaliação de interlocutores do presidente Jair Bolsonaro é que o ideal seria encerrar a paralisação o quanto antes.

 

Fonte: A Gazeta Bahia

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: