Bahia

Cooperativas da agricultura familiar abastecem supermercados de Salvador

Na Bahia, cooperativas da agricultura familiar seguem produzindo e abastecendo redes de supermercados da capital. A Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan), localizada no Território Baixo Sul, entrega, de domingo a sexta, produtos como goma para beiju, farinha de mandioca, doce de banana, além de produtos in natura como banana-da-terra, banana-maçã, aipim e abacaxi na rede Walmart. Os produtos industrializados da cooperativa também podem ser encontrados na Rede Mix.

De acordo com a representante da Coopatan, Adriana Sousa Resende, a Coopatan, em meio à pandemia do coronavírus, não parou suas atividades e nem seu abastecimento de Salvador e região: “Sabemos a importância de escoar a produção para a geração de renda dos agricultores familiares e para continuar nossas atividades. Redobramos os cuidados com o controle de qualidade para preservar a saúde dos cooperados, colaboradores e consumidores, levando até as gôndolas produtos saudáveis e rastreáveis. Estamos mostrando a importância dos pequenos produtores de alimentos no abastecimento das cidades”.

Somente na primeira de abril, a Coopatan entregou, em Salvador, 7 mil quilos de aipim, 39 mil quilos de banana-da-terra, 18 mil quilos de farinha e 19 mil quilos de beiju, além de outros produtos.

Segundo dados da FAO, agência das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, cerca de 80% dos alimentos produzidos no mundo são da agricultura familiar. Hoje, é possível encontrar desde hortaliças, frutas e verduras até produtos diferenciados como azeite de licuri, palmito, cervejas artesanais de licuri e de umbu, chocolates sem lactose, geleia de mel de cacau, produtos lácteos, cortes nobres de caprinos e ovinos, dentre outros.
São alimentos mais saudáveis, produzidos com o cuidado com o meio ambiente e a geração de renda para mais de 3 milhões de baianos que vivem da agricultura familiar.

A Cooperativa dos Produtores de Palmito do Baixo Sul da Bahia (Coopalm), localizada no município de Ituberá, trabalha com palmito de pupunha em conserva inteiro, em rodela e picado, cultivado de forma sustentável. Os produtos são comercializados na capital, nos supermercados Atakadão, GBarbosa e Mercantil Rodrigues. A cooperativa também segue entregando seus produtos.

O presidente da Coopalm, Gildeni Jesus, afirma que durante essa pandemia a agricultura familiar tem uma responsabilidade muito grande com a produção de alimentos: “A gente abastece os supermercados, mercadinhos, lojas de alimentos e temos também responsabilidade com o produtor que tá lá com seu produto, que é perecível. Criamos um plano de contingência e seguimos trabalhando. Somos produtores de alimentos e precisamos e vamos continuar abastecendo o país”.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: