Justiça

Após ataque ao STJ, Fux quer criar um comitê cibernético para proteger Judiciário

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Luiz Fux, anunciou que irá criar um comitê cibernético de proteção ao Judiciário, após o ataque hacker sofrido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Este grupo será responsável por monitorar e discutir medidas para reforçar a segurança eletrônica dos tribunais. 

Ele disse que conversou com o presidente do STJ, ministro Humberto Martins, para criar o comitê, integrando diversos órgãos do Poder Judiciário. Os modelos de segurança ainda serão discutidos com assessores. O grupo deve ser oficializado nesta terça-feira (10) pelo CNJ.  O ministro afirmou que o objetivo desse trabalho é desenvolver mecanismos para evitar “que soframos uma lesão no nosso sistema como ocorreu no fim de semana”.  

Durante o anúncio da criação do comitê, em sessão por videoconferência, o Conselho da Justiça Federal discutia o projeto “Juízo 100% digital”. A proposta prevê que todos os atos processuais serão realizados exclusivamente por meio eletrônico. O CNJ aprovou resolução instituindo o projeto em outubro. 

Fonte:Bahia noticias

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: