Colunistas

Auxilio emergencial, mais uma fake News do governo!

Com os primeiros diagnósticos do novo Coronavírus no Brasil, ainda no final de fevereiro, começaram-se os debates da necessidade de se promover o isolamento social. No debate entre isolamento social horizontal e vertical, começou-se a pressão da efetividade das ações para conter a disseminação da doença, já que era necessário alguns programas econômicos para se manter empregos, linhas de créditos para empresas e, obviamente, uma renda mínima para a população para que se garantisse a sua sobrevivência e ate mesmo alguma atividade econômica.

Eis que surgiu o debate sobre o auxilio emergencial. Entre idas e vindas, propostas iniciais do governo de R$ 200,00 até chegar aos atuais R$600,00 em três parcelas, muito tempo se passou.

Após isso, observamos problemas no aplicativo para inscrição dos beneficiários, recusas sem sentido, semanas com milhões de pessoas no “em analise”, reinscrições e filas enormes.

A verdade é que até hoje, milhões de pessoas ainda não receberam nem a segunda parcela desse auxilio e aquelas que já receberam na prática não podem usar, já que o absurdo foi normalizado: as pessoas tem data certa para poderem sacar o auxílio, tendo alguns que esperar até 20 dias entre a disponibilização na conta e poderem sacar.

Mas o absurdo não para por ai: foi extinta a possibilidade dos beneficiários em receber o auxilio em conta própria, sendo todos em conta digital de um único banco e para acessa-lo é preciso utilizar um aplicativo que chegou ao absurdo de promover uma “fila virtual” onde a pessoa espera para ser atendida pelo…atendente virtual! E pasme: quase ninguém consegue ser “atendido” já que o tempo se esgota. É o cumulo do absurdo!

A verdade é que, quase 5 meses após os primeiros casos, este auxilio não atingiu nenhum dos objetivos para o qual foi criado: manter um grau de sobrevivência das pessoas, manter alguma atividade econômica, incentivar o isolamento social e, por fim, ser emergencial!

É profundamente lamentável que cheguemos agora a 2 milhões de casos no Brasil, com crescente nível de desemprego e este auxilio tenha se tornado mais uma fake News, já que milhões de brasileiros estão sendo obrigados a enfrentarem filas enormes para sacar, aumentando a possibilidade de contagio da doença e, aqueles que temem, preferem se expor nas ruas, em trabalhos informais para manter sua sobrevivência já que o auxílio não sai.

É triste assistirmos à inação do Estado brasileiro que não age para estancar a maior crise sanitária, humanitária e de gestão desta geração, assistindo a milhares de mortos, infectados e nosso povo, só ouvindo notícias de auxilio que sai mas não chega, não saca e não paga conta. Pobre brasileiro que vê as falsas noticias se tornarem mecanismos de anúncios oficiais!

Vitor Gantois – Bacharel em Direito pela Universidade Católica do Salvador, pós Graduado em Direito Público Municipal, pós Graduando em Docência do Ensino Superior, Superintendente Adjunto da Defesa Civil do Estado da Bahia, militante politico, já coordenou inúmeras campanhas eleitorais e é observador da cena politica e do cotidiano. 

 

OBS: O conteúdo do artigo é de responsabilidade do colunista, o Bahia Alerta apenas sede o espaço para que todos possam emitir sua opinião. Nosso site preza pela democracia e nem sempre os artigos refletem a opinião dos editores do site. 

Etiquetas
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Verifique Também

Close
Close
%d blogueiros gostam disto: