Brasil

Suspeito de integrar milícia em processo derivado do Caso Marielle é preso

Um homem suspeito de integrar a milícia de Orlando Curicica, do Rio de Janeiro, foi preso pela Polícia Civil do estado. Luciano José da Silva ou Jacaré, como é mais conhecido, foi denunciado em um dos desdobramentos do caso Marielle Franco.

 

Nesta semana, a execução da vereadora do PSOL completou mil dias, sem que a pergunta “quem mandou matar Marielle?” tenha sido respondida (lembre aqui). No atentado, o motorista dela, Anderson Gomes, também foi alvejado e morreu.

 

Em meio à investigação do caso, a Polícia Civil denunciou e prendeu dezenas de pessoas suspeitas de integrarem milícias por outros crimes, como assassinatos e ameaças, e é nesse ponto que Jacaré aparece. É fato que nem todos esses crimes estavam diretamente ligados ao assassinato da vereadora, mas, segundo reportagem da Band, ele foi denunciado pelo Ministério Público estadual em um desdobramento do inquérito sobre a morte de Marielle.

 

De acordo com a publicação, a Delegacia de Repressão a Ações Criminosas Organizadas relatou que Jacaré tinha três mandados de prisão preventiva em aberto por homicídio qualificado e associação criminosa.

Fonte:bahia noticias

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: