Coronavírus

Secretário alerta para riscos de contágio em atos políticos e diz que casos estagnaram na Bahia

O secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, voltou a falar do risco das aglomerações nos atos de campanha pelo interior da Bahia. Ele destacou a redução até o mês de setembro, mas que os casos agora estão estagnados no estado, com cidades que possuem de 5% a 7% da população com o vírus ativo no organismo.

Com o “estoque” de pessoas contaminadas, ressalta Vilas-Boas, aumenta a possibilidade de disseminação da Covid-19 em comícios e carreatas que não respeitem as normas sanitárias.

“Uma total falta de compreensão da população, de como deve ser feito esse processo de flexibilização […] estamos vendo uma redução extremamente discreta, estamos estagnados há praticamente 40 dias […] Há municípios com prevalência de % a 7%, exisste estoque de pessoas ativamente doentes, embora assintomáticas. Imagine a situação de aglomeraçao política, com pessoas infectadas, passando umas para as outras”, alertou o secretário nesta terça-feira (3).

Em evento de entrega de viaturas para a Polícia Militar nesta manhã, o governador Rui Costa (PT) evitou entrar em polêmica e disse que a responsabilidade de intervir nos casos de aglomeração em atos políticos é da Justiça Eleitoral.

Fonte:BNews

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: