Salvador

Salvador- Prefeitura fecha academias ao ar livre para ampliar isolamento social

Para ampliar o isolamento social como medida visando conter o avanço da Covid-19, a Prefeitura, através da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal), interditou oito academias de saúde ao ar livre. Os equipamentos das praças do Imbuí, Nossa Senhora da Luz, Centenário, Ana Lúcia Magalhães, Lord Cochrane, João Mangabeira, Mussurunga e São Caetano foram interditados por conta do número de pessoas que frequentam os locais diariamente.

O presidente da Desal, Marcílio Bastos, explicou que espaços públicos necessitam ser evitados devido às medidas de isolamento social. “A interdição de academias de saúde ao ar livre e de musculação estão sendo realizados nos locais onde há maior circulação de pessoas, criando assim uma zona de prevenção para que o vírus não se espalhe entre os soteropolitanos. Por isso, pedimos a colaboração de toda cidade”.

Ele lembrou ainda que outras praças vão passar por vistorias e será realizada uma ação de conscientização pela equipe da Desal nas redes sociais para que os equipamentos não sejam utilizados. “Caso as pessoas continuem utilizando, outras praças serão lacradas para preservar a saúde e a vida de todos”, declarou.

Atualmente, Salvador tem cerca de 230 academias em diversos bairros da cidade, que são encontradas em praças, orla e locais específicos. Os equipamentos foram instalados em 2014. Além de combater o sedentarismo, as academias têm com o objetivo incentivar a prática de exercícios físicos, lazer e atividades diversas.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: