Salvador

Prefeitura inaugura núcleo para população de rua no Comércio

Uma central de serviços onde pessoas em situação de rua poderão ter acesso a atendimentos psicossociais, se inscrever em programas como o Minha Casa, Minha Vida e até receber qualificação profissional para ser encaminhado para o mercado de trabalho. Tudo isso acompanhado por uma equipe especializada formada por psicólogos, assistentes sociais, técnicos e advogados.

A partir desta quarta-feira (25), o leque de ações focadas para a população carente da capital baiana foi ainda mais ampliado com a entrega do Núcleo de Ações Articuladas para População em Situação de Rua (Nuar), no Comércio. A solenidade de entrega do espaço foi feita pelo prefeito ACM Neto, ao lado do vice-prefeito Bruno Reis, da titular da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Ana Paula Matos, e do secretário municipal da Saúde, Leo Prates.

“Uma semana depois de inauguramos a Unidade de Acolhimento Institucional (UAI) da Ribeira, estamos aqui para entregar este espaço que servirá de encontro e de exercício de cidadania, de apoio e suporte às pessoas em situação de rua. Elas terão, de maneira rápida e fácil, acesso aos seus direitos e a políticas públicas de assistência social, como, por exemplo, poder se inscrever no Bolsa Família ou receber atendimento jurídico e psicossocial”, disse ACM Neto.

O prefeito ainda salientou que a ideia é que Nuar seja também um local de estímulo para que o morador de rua possa mudar a própria condição e se reinserir por completo na comunidade.

“Como estímulo, a Prefeitura também reserva um número de vagas de emprego dentro da própria administração e através dos prestadores de serviços, construindo, portanto, toda base para que as pessoas possam iniciar uma nova fase em sua vida. Queremos devolver esperança aos que perderam ela pela história de vida. Nos últimos anos de governo, foram R$ 65 milhões investidos nesse segmento, o maior volume de recursos já empregados na história da cidade. Nossa gestão enxerga cada pessoa como cidadão, alguém que é portador de direitos e oportunidades”, acrescentou.

Atendimento – Com capacidade para atender 250 pessoas por dia e investimento de R$798.821,60 por ano, o Nuar funcionará por demanda espontânea, de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h. No local, a população poderá fazer cartão SUS e Carteira de Trabalho, inscrição no Bolsa Família e CadÚnico, atualização cadastral em programas federais como Minha Casa, Minha Vida, atendimento psicossocial, orientação jurídica e até buscar vagas de emprego através do Serviço Municipal de Intermediação de Mão-de-obra (SIMM).

O núcleo ainda abrigará o Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento , onde usuários e técnicos poderão discutir ações para o atendimento às pessoas sem lar e em condição de total vulnerabilidade.

“O Nuar se junta a outras estruturas municipais, como os quatro Centros Pop e as dez Unidades de Acolhimento Institucional. Estamos em processo de chamamento público para implantar mais quatro unidades de acolhimento provisório para quem está em situação de uso abusivo de substância psicoativas”, afirmou Ana Paula Matos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: