Saúde

Prefeitura desiste de comprar Coronavac e vai esperar distribuição pelo governo federal

Após o governo federal assinar contrato para adquirir 100 milhões de doses da Coronavac (veja aqui), o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), afirmou nesta sexta-feira que abandonou a ideia de comprar 103 mil doses do imunizante para aplicar em profissionais de saúde das redes municipal e privada da cidade (relembre aqui). Segundo Bruno, a gestão vai aguardar o Ministério da Saúde distribuir a vacina para estados e municípios.

 

“Lá atrás, o governo federal disse que não compraria a coronavac, que não tinha interesse. Com isso, começou uma corrida dos municípios pela vacina. Nós assinamos o protocolo de intenções para aquisição de 103 mil doses. Após a publicação do resultado da vacina, o governo federal assinou contrato ontem para aquisição de 100 milhões de doses. O Instituto Butantan vai ter que fornecer essas vacinas ao governo federal. Então vamos ter essas vacinas sem fazer qualquer tipo de investimento”, explicou o prefeito em entrevista coletiva nesta manhã. Bruno disse também que vai pedir ao governo federal que Salvador tenha prioridade no recebimento da vacina.

 

Nesta quinta (7), o Instituto Butantan, que produz a vacina em parceria com o laboratório chines Sinovac no Brasil, divulgou que o imunizante teve 78% de eficácia em casos leves da Covid-19 e 100% nas ocorrências graves da doença (leia aqui). Bruno destacou que a vacina é importante por ser a mais acessível para governo federal, estados e municípios neste momento. 

 

Apesar da Coronavac, a prefeitura continuará em contato com outros laboratórios para viabilizar a compra de mais vacinas. Nesta sexta, a gestão pretende fechar um acordo de compra do imunizante produzido pela Janssen, empresa da Johnson & Johnson.

Fonte:bahia noticias

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: