Meio Ambiente

Prefeitura de Salvador, contabiliza 104 toneladas de óleo e usa novas técnicas na limpeza das praias

Desde a quinta-feira (10), quando começou o aparecimento das manchas de petróleo na costa soteropolitana, a Prefeitura, por meio da Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb), já retirou 104 toneladas e 800 quilos de óleo das praias de Salvador. Primeiro foram recolhidas as grandes manchas e o máximo de material possível e agora as equipes estão trabalhando na retirada de fragmentos que ainda estão sob as pedras e na areia das áreas atingidas.

Para auxiliar nessa segunda etapa do trabalho, novas técnicas estão sendo utilizadas pelas equipes de limpeza, como o uso de trator com peneiras que separa os pequenos resíduos e devolve a areia limpa à praia. A Limpurb também está usando jato de pressão que mistura água e areia para a remoção do petróleo nas pedras, além de peneiras manuseadas pelos agentes para a retirada de partículas da areia em locais onde o veículo não tem acesso.

Vistoria – Na manhã de hoje (23), o chefe da Casa Civil da Prefeitura, Luiz Carreira, acompanhado do presidente da Limpurb, Marcus Passos, vistoriou as praias Pedra do Sal e de Stella Maris para monitorar a eficiência das novas técnicas. “Observamos que há muitas partículas bem pequenas na areia, o que requer um esforço contínuo e a junção de uma técnica e outra para que tenhamos total êxito nos resultados”, explicou Carreira.

O presidente da Limpurb ressaltou que as equipes irão trabalhar continuamente até que elimine as manchas da orla. “A força-tarefa continua no pente-fino até que as nossas praias estejam completamente limpas e até que todas as previsões da chegada de mais óleo sejam descartadas pelos órgãos competentes”, frisou Marcus Passos.

O trator com peneira está fazendo a limpeza nas praias de Ipitanga, Praia do Flamengo, Stella Maris, Itapuã, Piatã, Boca do Rio, Jardim de Alah, Pituba, Amaralina e Barra.

Desde a última sexta-feira (18), não foi registrada a chegada de novas manchas. Ao todo, as praias atingidas foram: Ipitanga, Praia do Flamengo, Stella Maris, Itapuã, Piatã, Placaford, Patamares, Boca do Rio, Jardim de Alah, Jardim dos Namorados, Pituba, Amaralina, Ondina, Cristo e Farol da Barra. As mais atingidas foram Pedra do Sal (Itapuã), Stella Maris, Praia do Flamengo (Pipa), Pituba e Amaralina.

Até o momento, não houve registro de presença do óleo nas praias do Subúrbio e Ilhas de Salvador. São mais de 405 homens que estão trabalhando na limpeza do óleo nas praias, além de 16 caminhões e três tratores usados pelas equipes para a retirada do material. Todo óleo recolhido pela Limpurb está em um depósito temporário na sede do órgão até que as autoridades competentes decidam pelo destino final do material.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: