Eleições 2020

Portaria do TSE sobre assinaturas digitais pode facilitar criação do Aliança pelo Brasil

Uma portaria publicada nesta sexta-feira (30) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a possibilidade do recolhimento de assinaturas digitais para criação de partido em meio à pandemia de Covid-19 pode beneficiar o presidente Jair Bolsonaro, atuamente sem partido.

A legenda que foi designada como sua, o Aliança pelo Brasil, estacionou no processo de criação justamente pela dificuldade em recolher assinaturas físicas. Desde então, bolsonaristas e simpatizantes defendem a possibilidade da digitalização, que impulsionaria todo o processo.

O documento do TSE estabelece que ” “fica assegurada a apresentação das listas ou fichas individuais de apoiamento à criação de partidos políticos via Processo Judicial eletrônico, mediante digitalização dos documentos a serem submetidos aos cartórios eleitorais para validação de assinaturas”. As informações são da coluna Radar.

Sem conseguir ser erguido a tempo da eleição municipal, o Aliança pelo Brasil agora tem maior chance de se estabelecer para 2022.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: