Bahia

Museu Geológico da Bahia passa por reforma de revitalização

Com o objetivo de repaginar a estrutura física e melhorar as exposições, assim como o acesso aos visitantes, o Museu Geológico da Bahia (MGB), órgão ligado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), está em processo de renovação. Fechado para visitas desde março de 2020, devido à pandemia causada pelo Covid-19, o MGB terá a manutenção na estrutura física e estrutural do prédio.  A previsão é de que o museu seja reaberto para o público no final de 2021. 

“O Museu compromete-se em desenvolver ações que atendam a conservação e preservação do o patrimônio científico e cultural da mineração baiana. Realizamos visitas técnicas para análise de necessidades na conservação do patrimônio e elaboração de planilhas orçamentárias para atender às demandas emergenciais do espaço. Nosso objetivo é dar mais modernização a diversas setores do Museu proporcionando mais conforto ao público”, destaca Nelson Leal, secretário de Desenvolvimento Econômico. 

A reforma e preservação do espaço científico e cultural do museu terá um investimento aproximado de R$ 456 mil na reforma que vai recuperar os telhados de cerâmica, troca de piso vinílico de duas salas para assentamento de piso cerâmico.  Tratamento de ferragens, retirada e assentamento de revestimento cerâmico, cozinha e complementação de azulejos no laboratório.  

“O Museu Geológico tem um dos maiores acervos do Estado, com mais de 27 mil peças, composto por pedras preciosas, fósseis arqueológicos, corpos celestiais, réplicas gigantes de animais pré-históricos, estamos ansiosos para reabrir e receber novamente o nosso público”, destaca o coordenador do MGB, Heli Sampaio.  

Na estrutura elétrica do museu, os quadros elétricos, de baixa tensão e iluminação serão revisados e substituídos. Para o auxílio na infraestrutura do museu serão instalados para a nova rede elétrica dos andares adjacentes e terá nova iluminação com refletores de tecnologia Light Emitting Diode – LED. Um novo quadro de distribuição de ar condicionado abrigará todos os circuitos dos equipamentos de refrigeração do Museu.  

Criado no dia 4 de março de 1975, o museu atendia aproximadamente 100 pessoas por dia entre grupos escolares, turistas e admiradores do tema. Com 15 salas temáticas, uma delas é o planetário que permite simular o universo e seus principais astros. Único do nordeste, o planetário é composto por uma cápsula inflável, com capacidade para acomodar 15 pessoas por apresentação. 

Para visitar o museu sem sair de casa, basta acessar o site do museu e clicar em tour virtual. 

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: