Política

”Governo precisa assumir sua responsabilidade e não transferi-la”, diz Roma

“A Bahia acumula mais de 75 mil homicídios em 16 anos de governos petistas e o governador Rui Costa agora quer botar a culpa no presidente Bolsonaro pela desenfreada violência em nosso estado”, afirma o pré-candidato ao governo baiano, o ex-ministro e deputado federal, João Roma, assinalando o fracasso da política de segurança do PT.

O pré-candidato bolsonarista lembra que é obrigação constitucional dos estados garantir a segurança pública e o governo federal já destinou mais de R$ 100 milhões a Bahia para esse fim desde 2019. “O governador Rui Costa, por sua vez, não executou nem 20% desse montante em capacitação e equipamentos para as polícias Militar e Civil”.

Para Roma, o pior dos pecados é não assumir a própria responsabilidade e transferi-las a terceiros. “Esse comportamento covarde não cabe a um governante”, afirma, ressaltando a necessidade de ser adotada uma nova postura no governo da Bahia.

“É imprescindível que o governante tome a responsabilidade pra si e resolva os problemas. É assim que estamos vendo o presidente Bolsonaro atuar. Dessa forma que pretendemos governar a Bahia. Não é postura de líder se esconder atrás de propagandas e não encarar de frente a realidade”, diz o ex-ministro da Cidadania.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: