Política

Em Salvador, coletivo “implanta” CPI Popular contra Bolsonaro

O Coletivo de Ação Fora Bolsonaro nas Ruas lançou, neste sábado (24), em Salvador, uma CPI Popular contra o governo que classifica como “militar e genocida”. Durante a manifestação, os coordenadores do movimento anunciaram que se reunirão uma vez por semana, na Praça da Piedade, para mostrar aos pedestres que transitam pela região todos os retrocessos do governo como a política de privatizações, os prejuízos da Reforma Administrativa, além do atraso na aquisição das vacinas, que acelerou o número de mortes por COVID no Brasil.

Nas ruas, eles lançaram personagens como a heroína Super SUS, numa homenagem ao Sistema Único de Saúde, o burguês da FIESP, que representa a agenda neoliberal de Bolsonaro, um militar fascista, um cientista e o coronavírus, que atua como parceiro do presidente da República.

De acordo com os coordenadores, a agenda da “CPI Popular contra o governo genocida, neoliberal e militar” será divulgada antecipadamente no perfil do coletivo no Instagram @forabolsonaronasruas.

Políticos participaram do evento

A deputada federal e presidente do PSB na Bahia, Lídice da Mata participou do protesto e salientou que, além das mais de 540 mil mortes por COVID-19 – número acelerado pelo atraso de Bolsonaro na compra de vacinas – o Brasil vê ressurgir fantasmas como a fome, a inflação e o desemprego. “O brasileiro não come mais carne com tanta frequência, o País está com mais de 14 milhões de desempregados e não pode voltar ao normal porque o governo, em vez de comprar vacina, estava negociando propina”, afirmou.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: