Esportes

Em estreia pelo Bahia, Dado Cavalcanti avalia derrota e aposta em mudanças futuras por Milena Lopes

Dado Cavalcanti comandou o Bahia em seu primeiro jogo desde que assumiu a equipe neste domingo (27) na derrota  de 2 a 1 sobre o Internacional pela 27ª rodada do Brasileirão (leia mais). Em entrevista coletiva ao fim do duelo, o treinador comentou sobre a atuação do Tricolor, as falhas da equipe e a expectativa de que alterações para os próximos jogos ajude a mudar os resultados.

 

“Vamos tentar buscar incessantemente os ajustes necessários. Eu tenho falado que o sistema defensivo é um todo, não dá para mandar para culpar um outro atleta. A equipe quando perde, perde como um todo, quando toma o gol, toma todo mundo”, comentou o técnico do Esquadrão de Aço, que assumiu o time da semana passada.

 

“Hoje, exclusivamente, lamentei um pouco o início do nosso segundo tempo. Nós voltamos um pouco sonolentos demais e sofremos uma pressão desnecessária do adversário, que estavam jogando de igual para igual. Nesse deslize e acabou acontecendo o segundo gol muito rápido isso prejudicou demais o andamento de todo jogo”, explicou Dado sobre a partida. 

 

O Inter marcou o primeiro gol ao fim do primeiro tempo e ampliou o placar logo no início do segundo, o que, para o técnico, desestabilizou o nível de jogo do Bahia imposto durante a primeira etapa da partida. 

 

“Nosso início nesse jogo foi um início bom. As melhores chances e mais claras foram do Bahia. Roubamos mais bolas na frente era uma das minhas iniciativas em relação às modificações, como aconteceu com Gregory, com Gilberto e com Ramírez”, destacou o treinador. Ele ainda acrescentou a boa partida realizada pelo goleiro Douglas, que salvou boas decisões em contra-ataques do Colorado.

 

Reconhecendo falhas na defesa do Tricolor, Dado Cavalcanti voltou a falar que cada jogo será considerado como individual para a atuação do setor para que as mudanças sejam feitas aos poucos. Para isso, o técnico ressalta que irá apostar aos poucos em outros jogadores que não puderam estar presentes. 

 

“Hoje eu estava bem limitado em relação às escolhas da equipe inteira. Teremos um intervalo de dias importantes para os próximos dois jogos, acho isso importante para fazer ajustes, para fazer correções, para testar, quem sabe, uma formação diferente. Mas nós não podemos também nos desesperar e sair trocando todas as peças possíveis porque não necessariamente a troca de peças vai trazer o efeito esperado”, sinalizou o treinador. 

 

Na entrevista, ele ainda reforçou que vai esperar o time sub-20 do clube finalizar sua participação na Copa do Brasil da categoria para integrar alguns atletas da base para jogos do time principal. Neste domingo, os meninos da base disputaram o primeiro jogo da final da competição contra o Vasco (veja aqui). 

 

Avaliando a derrota contra o Inter, Dado Cavalcanti  pontuou ainda que faltou eficiência do Bahia nas oportunidades que teve. “Infelizmente não fomos tão cirúrgicos na finalização que poderia trazer um desenho totalmente diferente. (…) O que nós fizemos de apresentação hoje não foi o suficiente para conseguir os resultados esperados, mas foi o primeiro passo. (…) Primeiro temos que voltar a vencer para termos um pouco mais de confiança para dar para voltar para o campeonato”, completou o técnico.  

 

O Bahia só voltará aos gramados no dia 6 de janeiro, para disputar a 28 rodada do Brasileirão contra o Grêmio. Serão dez dias de folga até o duelo que acontecerá na Arena do Grêmio, às 20h30.

Fonte:bahia noticias

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: