Bahia

Diversificação de cultivos e tecnologia na produção aumentam rentabilidade de cooperativa baiana

Com uma atuação pautada na utilização das tecnologias e na organização da produção, a Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan) está elevando significativamente os índices de produtividade, com uma produção diversificada, contribuindo para impulsionar a economia da região do Baixo Sul da Bahia.

Atualmente, os 345 associados produzem diversas variedades, entre elas, mandioca, milho, banana, pitaya, abacaxi, abacate, maracujá e palmito. Mas a cooperativa se destaca no mercado com a produção e o beneficiamento de banana-da-terra, que dá lugar ao Nego Bom e à Banana Chips, comercializados com a marca Itabaiana.

Em 2020, foram processadas 1.756 toneladas da fruta, com uma produtividade média de 33 toneladas de banana por cooperado(a). O produto entregue na cooperativa passa por um processo de higienização e controle de qualidade e recebe um selo com QR Code, que garante segurança e qualidade para o consumidor final, e que traz informações como a identificação do produtor e a área onde a banana foi colhida.

Foi também expressiva a produção de mandioca, com 2.718 toneladas. Uma média de 27 toneladas por cooperado. Na cooperativa, a mandioca vira beiju e farinha, também com a marca Itabaiana e a massa para tapioca da marca Realeza.

A Coopatan comercializa seus produtos em redes de supermercados nacionais e regionais de toda a Bahia e, apesar de ter destaque em Salvador, tem também expressiva presença no interior. São cerca de 1.600 clientes em todo o estado. Atua também nos estados do Espírito Santo, Sergipe e Distrito Federal. Entre as cooperativas baianas da agricultura familiar, a Coopatan possui o maior faturamento anual, com R$ 20,6 milhões.

“Consumo a goma de beiju Realeza toda semana. É bem hidratada e saborosa. O doce Nego Bom, por ser feito da banana-da-terra, tem um sabor especial, e a Banana Chips é leve, crocante e natural. A farinha de mandioca Itabaiana é do meu consumo diário, tem uma textura fina e torradinha. Todos produtos são muito saborosos”, afirma a promotora de vendas Noemi Santana, consumidora dos produtos da Coopatan.

Investimentos melhoram a gestão

A Coopatan está recebendo investimentos do Governo do Estado, via Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). São R$3,6 milhões, aplicados, desde 2018, na melhoria da gestão, com adequação dos processos, redução de riscos, operacionalização dos negócios e elevação dos resultados econômicos.

Além disso, o projeto investiu na adaptação da agroindústria, para a produção de nova linha de produtos, uma antiga exigência do mercado. As ações possibilitaram a chegada de novos clientes e novas parcerias, o que fez aumentar, significativamente, o número de compradores e, consequentemente, o volume de vendas.

Com os recursos, foi implantada uma unidade de beneficiamento de mandioca, banana e milho, na localidade de Moenda, em Tancredo Neves. Houve adequação nas embalagens dos produtos, foram adquiridos veículos para apoiar a colheita e na logística de distribuição, além de uma empilhadeira. Também foi implantado um biodigestor e adquiridos equipamentos de grande porte como três caminhões com roll on roll off, sistema que permite, por intermédio de um chassi com rodas, que a
carga entre e saia usando meios próprios.

A unidade agroindustrial tem capacidade de processamento de 247 toneladas por mês de mandioca, 30 de aipim, 159 de banana e 5.240 unidades de abacaxi, atendendo a 155 agricultores familiares, que entregam sua produção, além de gerar 22 empregos diretos e 15 indiretos.

A estratégia de mercado adotada pelo Bahia Produtiva incentivou a melhoria nos processos de produção da Coopatan, modernizando as atividades que sustentam a rastreabilidade dos produtos. A reformulação da estratégia de branding da cooperativa a reposicionou em mercados mais competitivos, com um mix mais atraente, atento às tendências do mercado consumidor, cada vez mais exigente em produtos “glúten free” e com origem em cadeias produtivas sustentáveis.

O presidente da Coopatan, Juscelino Macedo, destaca o papel do Bahia Produtiva no crescimento da cooperativa: “Esses investimentos fizeram com que a cooperativa acessasse e chegasse aos grandes mercados, aumentou nosso giro, foi uma grande conquista e ela vai atender mais pessoas, gerar mais renda para os cooperados e para comunidade. Foi graças a esse recurso que, mesmo em meio à pandemia, nosso faturamento aumentou 50% em 2020 e deve ser ainda melhor neste ano”.

Onde encontrar

Os produtos da Coopatan podem ser adquiridos nas redes: Big/Walmart, Sam’s Club, Perini, Gbarbosa, Pão de Açúcar e Extra.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: