Eleições 2020

Com 47% dos votos, pesquisa aponta Luizinho Sobral como novo prefeito de Irecê

Em Irecê, no norte do estado da Bahia, o candidato a prefeito Luizinho Sobral (Pode) está um passo à frente do seu opositor e atual prefeito Elmo Vaz (PSB). De acordo com dados da pesquisa eleitoral realizada pela Denivaldo Fernandes Estatístico, registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o número BA-04514/2020, a maioria dos entrevistados (47,19%) respondeu que escolheria Sobral como novo prefeito caso as eleições fosse hoje. 39,65% optaram por Vaz. 

Foram ouvidas 600 pessoas na cidade, entre os dias 4 e 5 novembro deste ano. A margem de erro da pequisa é de 4% pontos percentuais para mais ou para menos. Já o intervalo de confiança para a amostra aleatória foi de 95%. 

Os outros candidatos foram bem menos citados que os dois primeiros colocados. Léo da Unibel (DEM), por exemplo, teve apenas 2,89%, enquanto Cleomar Santiago (Avante) ficou com apenas 2,09% das intenções de voto. 1,77% dos entrevistados se mostraram indecisos, 3,37% declaram voto em branco/nulo e 3,05% não souberam ou preferiram não responder a pergunta.

Rejeição 

Já quando os pesquisadores perguntaram em quem os entrevistados não votariam caso a eleição fosse hoje, a maioria citou o atual prefeito (25,84%) Elmo Vaz. Luizinho Sobral veio logo em seguida. Ele foi rejeitado por 20,55% dos eleitores ouvidos. Cleomar Santiago ficou em terceiro lugar (10,75%), acompanhado de Léo da Unibel (8,67%). O número de pessoas que não quiseram responder ou não souberam chegou a 26,97%, indecisos e brancos/nulos, juntos, somaram 7,22%. 

Vencedor

Quando os eleitores foram estimulados a responder quem venceria a eleição municipal, independente de quem eles fossem votar, 48,15% disseram que o pleito está favorável para Sobral. 35,31% declararam que não acreditam em uma reeleição do atual prefeito Vaz. Léo e Santiago, juntos, chegaram a 2,72%. 

Perfil

Dos 600 eleitores ouvidos, 55,10% era do sexo feminino, com idade entre 25 a 44 anos (44,3%) e com o ensino médio completo (30,47%). A renda dos entrevistados, em sua maioria, não ultrapassou mais de dois salários e meio (30,70%). A maioria é economicamente ativa (60,9%).

Fonte:BNews

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: