Salvador

Câmara de Vereadores de Salvador vai debater Prevenção ao Suicídio de Pessoas LGBTQI+

Evento no Centro de Cultura é convocado pelo vereador Marcos Mendes

O mandato coletivo do vereador Marcos Mendes (PSOL) promoverá na quinta-feira (17), às 9h, no Centro de Cultura da Câmara Municipal de Salvador, audiência pública para discutir o tema “Prevenção ao Suicídio de Pessoas LGBTQI+ e Rede de Atenção Psicossocial em Salvador”.

Segundo o vereador essa discussão é de extrema relevância, devido ao atual contexto político, econômico e social. “Estudos revelam que pessoas LGBT+ têm maior risco de sofrer de ansiedade e depressão, de uso abusivo de substâncias lícitas e ilícitas e também maior risco de suicídio, quando comparados com a população cis e heterossexual”, argumenta Marcos Mendes.

Rejeição

Há várias outras causas que podem levar ao suicídio no segmento, observa o vereador, apontando a marginalização, exclusão e descaso por parte da sociedade. Como exemplos, cita: “Uma vida inteira de não-aceitação, rejeição, LGBTfobia, estigma e violência, são fatores que contribuem para que essa população tenha risco aumentado em sua saúde física e mental em relação ao restante das pessoas. Não sendo o suicídio algo inerente a ser LGBTQI+, mas diretamente relacionado em como a pessoa e a sociedade se relacionam com a própria identidade de gênero e sexualidade”.

Dados recentes mostram que o suicídio é uma das causas recorrentes de mortes de travestis, mulheres e homens trans no Brasil, nos últimos tempos, podendo ser apontado como um grave problema de saúde pública. 
No entanto, pondera o vereador, entre a população trans ainda faltam dados, debates e pesquisas mais aprofundadas sobre o assunto. A audiência pública, segundo Marcos Mendes, tem o objetivo de “fomentar políticas públicas que transformem essa realidade”.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: