Política

Adolfo Menezes reassume presidência da Assembleia

O deputado Adolfo Menezes reassumiu a presidência da Assembleia Legislativa no último sábado à noite, após cumprir duas semanas de interinidade como governador da Bahia, devido à viagem dos titulares, o governador Rui Costa, e o vice-governador João Leão, que estavam em missões oficiais no exterior. Ressalvando que a interinidade exige discrição, humildade e responsabilidade, ele considerou a experiência como gratificante – “uma honraria inesperada que devo a meus pares do Legislativo, que me alçaram à presidência da ALBA, e à confiança depositada sobre meus ombros pelo governador Rui Costa e pelo vice-governador João Leão”.

Ele acrescentou que procurou dar seguimento à agenda do chefe do Executivo, às ações de Estado já programadas para evitar contratempos ou atrasos. A interinidade de duas semanas foi a mais longa das últimas décadas, bem como a que teve a maior quantidade de atos oficiais, inaugurações, inspeções, lançamentos de pedras fundamentais e outros compromissos. Por coincidência, em uma das viagens que oficiais fez ao interior, o governador em exercício Adolfo Menezes autorizou em Campo Formoso, sua terra natal e principal base política, a requalificação de uma estrada, obra ansiada pelas comunidades beneficiadas.

“Retorno ao exercício do meu mandato como deputado estadual certo de ter cumprido com o meu dever, com o que é determinado por nossa Constituição, e pronto para servir ao povo de minha terra, às comunidades que represento com a mesma responsabilidade”, completou.

O presidente interino da Assembleia Legislativa enquanto o titular assumiu de forma interina a administração estadual, deputado Paulo Rangel, também optou por uma ação igualmente discreta, longe dos holofotes. Ele deu segmento às ações administrativas e políticas programadas, inclusive as votações em plenário: “Eu apenas cumpri o que determina a Constituição do Estado e o Regimento Interno substituindo na presidência o companheiro que elegemos para o biênio 2021-2023, realizando as tarefas inerentes a esse prestigioso cargo com responsabilidade humildade, como a situação exige”.

O deputado Paulo Rangel foi o primeiro deputado do Partido dos Trabalhadores a assumir, ainda que interinamente, à presidência do Legislativo na Bahia, embora o mais elevados cargo político do Estado, o governo, desde 2007 tenha titulares de seu partido com as duas vitórias (sucessivas de cada um deles) de Jaques Wagner e Rui Costa.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: