Bahia

Distribuição de mudas qualifica produção da agricultura familiar da Bahia

Visando qualificar a produção da agricultura familiar, para obter melhores resultados, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e em parceria com a Biofábrica, executa o Projeto de Distribuição de Mudas Frutíferas e Essências Florestais para a Agricultura Familiar. No primeiro semestre de 2021, foram entregues 292,7 mil mudas, beneficiando 1.110 agricultores e agricultoras familiares, em 18 municípios baianos. O investimento total foi da ordem de R$ 611,9 mil.

São distribuídas mudas de mandioca, frutíferas e essências florestais. A iniciativa, que tem ainda como finalidade a formação de pomares e a recomposição de áreas de preservação permanente e de reserva legal, é executada por meio das superintendências da SDR, de Agricultura Familiar (Suaf) e de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater).

Leonardo Lino Carvalho, diretor de Agregação de Valores e Acesso a Mercados, da Suaf, destaca que ao incentivar e ampliar a capacidade de produção de alimentos das famílias de agricultoras e agricultores, há um impacto direto no aumento da renda dessas famílias e, consequentemente, na qualidade de vida: “Ainda este ano de 2021, temos a perspectiva de entregar cerca de 1,2 milhão de mudas frutíferas e essências florestais, que deve beneficiar cerca de sete mil famílias de agricultoras e agricultores familiares em toda a Bahia”.

No município de Governador Mangabeira, 70 famílias da Associação de Moradores e Pequenos Produtores Rurais Oleiros e Ceramistas de Tocos III, foram beneficiadas com a entrega de 10 mil mudas de variedades de mandioca. Ataíde Moura Ribeiro, representante da associação, afirma que essa é uma ação muito importante para a agricultura familiar, porque as mudas vêm com a genética preparada para ter um melhor desenvolvimento, além de ser melhor adaptadas e resistentes a mudanças climáticas: “São variedades muito importantes para o cultivo na região aqui do Recôncavo, para ter uma melhor produção, tanto pela qualidade, quanto pela quantidade”.

O agricultor conta ainda que os agricultores familiares, que não têm condições de comprar essas mudas, vão poder, daqui a uns 10 ou 11 meses, ter manivas para distribuir com outras famílias, para multiplicação das mudas. Ele reforça ainda que as variedades irão contribuir também para o aumento da produção e produtividade, das famílias beneficiadas com a agroindústria de beneficiamento da mandioca, do projeto Bahia Produtiva.

Como acessar o projeto

Agricultores e agricultoras familiares, assentados e assentadas de reforma agrária e povos e comunidades tradicionais interessados em se cadastrar no projeto, devem acessar o Sistema de Solicitação de Mudas e Sementes – SSMS no site: www.portalsdr.ba.gov.br/ssms , realizar o cadastro da entidade ou prefeitura e o cadastro dos beneficiários demandantes.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: