Bolsonaro defende o fim das autoescolas para obter a CNH e FENEAUTO emite nota

Durante a live semanal que foi ao ar na quinta-feira 25, o presidente Jair Bolsonaro defendeu o fim dos cursos de formação para novos motoristas. “Eu, com 10 anos de idade, aprendi a dirigir trator na fazenda em Eldorado Paulista. E acho que nem devia ter exame de nada. Parte escrita apenas e ir para prática logo. Não tem que cursar autoescola, ter aula de um monte de coisa que já sabe o que vai acontecer. Então, deveria ter uma prova prática e uma prova escrita ali. Seria o suficiente para tirar a carteira de habilitação.”

O presidente, no entanto, disse que o assunto pode ficar para um segundo momento, já que sinalizou outras prioridades em relação ao barateamento do custo da Carteira Nacional de Habilitação, como o fim dos simuladores nas autoescolas. “Eu espero que a Câmara não bote a obrigação dos simuladores de novo. Porque tem muito sentido espúrio nisso aí.” Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, que também estava na live, os simuladores das autoescolas elevam o preço do documento em 15%.
 
O pesselista defende que as aprendizagens teórica e prática referentes ao processo de habilitação sejam realizadas pelo candidato de forma autônoma ou em centro de formação de condutores, conforme regulamentação do Contran.
O Projeto de Lei foi apresentado à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados no dia 26 de junho e ainda não há previsão de análise pela casa.
Federação Nacional das Auto Escolas e Centros de Formação de Condutores, emite nota fazendo referencia ao comentário do Presidente aludido acima: Veja aqui a nota emitida pela FENEAUTO
Nota Oficial – Fim da formação de condutor
Fonte: Carta Capital
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: