Política

Zé Ronaldo: “Vou participar do processo político em 2022”

O ex-prefeito de Feira de Santana (BA), José Ronaldo (DEM), afirmou que vai participar do processo político em 2022. Ele não detalhou, contudo, se vai ou não compor com o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que quer lançar uma candidatura ao Governo da Bahia. Em entrevista ao Acorda Cidade, o feirense afirmou que isto depende somente do entendimento político de partido e passa por algumas conversas. “Vou afirmar pela primeira vez. Eu vou participar desse processo em 2022”, pontuou.

O ex-gestor, que teve papel fundamental para a reeleição de Colbert Martins (MDB) em 2020, defendeu o nome do herdeiro carlista para representar o grupo e reafirmou que tem ótima relação com o soteropolitano. “Tenho uma relação extremamente respeitosa com ACM Neto, eu acho que Neto é um bom candidato para ser governador da Bahia. Agora eu se possível quero participar da chapa majoritária”, salientou.

Ronaldo afirmou ainda que também terá a tarefa de eleger deputados para compor cadeiras na Assembleia Legislativa da Bahia e na Câmara Federal. “Deputado hoje na Câmara Federal tem muito prestígio, para poder ajudar o município, quando eu sonhei em ser governador, eu sonhava em construir um grande hospital em Feira de Santana, um hospital com 200 a 250 leitos e isso só era possível sendo governador, eu sonhava em acabar com esse sofrimento desse anel de contorno de Feira”, lembrou. Ele também rebateu comentários de adversários que davam conta sobre uma suposta “morte política” dele após deixar a prefeitura.

“Quando eu era prefeito e Paulo Souto perdeu a eleição, quem era oposição dizia: ‘José Ronaldo está morto, acabou, por que era Paulo Souto que ajudava ele a ser prefeito de Feira, José Ronaldo nesses dois anos que faltam como prefeito vai se aniquilar, se acabar’”. Quando escutei aquilo, reuni meu secretariado, tomamos decisões firmes, duras. Com essas decisões surgiram os viadutos da cidade, a gente foi para cima e Tarcízio ganhou a eleição. E disseram que eu estava morto. O povo me conduziu melhor ainda. A verdade é que eu sobrevivi a tudo isso e sou extremamente grato a essa terra, essa terra é a minha vida, essa terra eu vivo por ela, eu amo essa terra”, concluiu.

Fonte:A tribuna bahia

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: