Bahia

Servidores pedem que usuários não compareçam às agências do INSS durante greve

Os servidores do INSS, juntamente com integrantes do Fórum Baiano em Defesa do Serviço Público, marcharam, nesta quinta-feira (19), do Campo Grande até a agência das Mercês, no centro de Salvador, para cobrar do Governo Federal uma solução para a greve da categoria que já dura 45 dias. Eles reivindicam a realização de concurso público, melhoria das condições de trabalho e reposição salarial de 19,9%. Os dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social, também recomendam que os usuários não compareçam às agências do INSS, pois os atendimentos não estão sendo feitos.

De acordo com a diretora do SINDPREV, Alindaí Santana, os atendimentos estado sendo agendados pelos terceirizados do INSS mesmo com a greve, o que faz com que o usuário se desloque até de outras cidades para um procedimento que não será realizado. “Isso é uma crueldade, por isso, pedimos que o usuário acompanhe os canais de comunicação do Sindicato durante a greve. Enquanto a paralisação não acabar, nenhum atendimento será feito”, explica.

Na Bahia, há um déficit de 1 mil servidores. Isso faz com que haja atrasos nos processos de entrada de aposentadorias e benefícios. O movimento grevista está em negociação das pautas de reivindicações com o Governo Federal, mas até o momento não houve avanços.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: