Política

Senador Angelo Coronel (PSD-BA), pretende revogar os direitos e conquistas das mulheres na política.

As mulheres que são mais de 52% do eleitorado Brasileiro, foram pegas de surpresa pelo senador Angelo Coronel (PSD-BA), que pretende revogar os direitos dos 30% da cota de mulheres e retroceder as conquistas. Nas ultimas eleições a cota de 30% dos candidatos serem do sexo feminino contribuiu para   ampliação do número de participação feminina no legislativo. 

Em nota a deputada federal Lídice da Mata (PSB-BA), que já ocupou uma vaga no Senado, classificou como descabido e inadmissível o projeto protocolado por Angelo Coronel no Senado Federal. Ele propõe a revogação da cota de 30% das candidaturas de mulheres.

Lídice lembra que justamente por conta da cota dos 30% que a bancada feminina cresceu 51% na Câmara, atingindo 77 parlamentares. “Foi a campanha com o maior número de candidaturas e de mulheres eleitas na história do Brasil”, afirmou a deputada.

“O que facilita as candidaturas laranjas é justamente a falta de estímulo e de espaço para as mulheres dentro dos partidos”, completou.

“Este projeto não condiz com a luta das mulheres no Brasil pelo aumento da participação na política. Estarei à frente da resistência a este retrocesso e não estarei sozinha. Nosso lema é Mais Mulheres na Política”, finalizou.

Lembrando que senador Angelo coronel (PSD-BA), junto com seu partido tirou o direito de uma mulher a disputar a vaga no Senado nas ultimas eleições, agora quer também que retroceder e tirar a conquista histórica que é a cota para mulheres no parlamento Brasileiro. 

Etiquetas
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: