Salvador

Salvador – Praça Cairu revitalizada e entregue a população Soterapolitana

Citado em canções como “Retrato da Bahia”, do cantor e compositor Riachão, um dos principais cartões-postais da capital baiana está mais belo e moderno, sem perder a história que marca o local de 32 mil m². A Praça Visconde de Cairu, ou simplesmente Praça Cairu, na região do Comércio, foi completamente requalificada pela Prefeitura e entregue nesta quinta-feira (30).

O investimento total foi de R$8 milhões, com uma parte dos recursos oriunda de convênio com o Ministério do Turismo. O projeto de requalificação foi coordenado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e possibilitou melhorias em toda a infraestrutura e entorno da praça. As obras foram executadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), por meio da Superintendência de Obras Públicas (Sucop).  

O local por onde, como ressaltou o prefeito, circulam milhares de pessoas diariamente, é também um ponto de encontro entre moradores e visitantes de todo o Brasil e do mundo. É, também, porta de entrada para quem chega pelo mar e ponto obrigatório nos roteiros de quem quer conhecer Salvador.

“Aqui na Praça Cairu, os turistas se deparam com a história e a cultura do povo, a exemplo do Mercado Modelo, com a presença de especiarias e produtos típicos, da capoeira, da água de coco, das baianas e de tudo o que existe em Salvador, além do acesso à Cidade Alta e uma visão fantástica da Baía de Todos-os-Santos e do Forte São Marcelo”, relatou ACM Neto.

O prefeito também agradeceu à equipe pelo empenho na elaboração e execução de um projeto que fosse arrojado e transformador. “Chegamos à conclusão de que era necessário fazer uma coisa maior e, por isso, a obra se estendeu por mais tempo. A intervenção envolveu, inclusive, mudança no viário para permitir esse amplo espaço a ser aproveitado pelas pessoas”, completou.

Melhorias – Entre as intervenções estão a construção do deque de contemplação e a colocação de piso em granito. Já o piso geral do calçamento é de concreto usinado cinza. A rampa de acesso de veículos ao Terminal Náutico foi completamente refeita, também em concreto, bem como as rampas para pessoas com deficiência. A parada de ônibus de turismo foi totalmente revitalizada.

No entorno do Mercado Modelo, foi realizado o rebatimento da fachada, a substituição do piso por pedra portuguesa nas cores branca e preta. Foram promovidas a implantação de novos bancos, reforma do busto do Visconde de Cairu, fechamento do canteiro de árvores, reforma do guarda-corpo do cais e do gradil do estacionamento do Terminal Náutico. Além disso, balizadores foram implantados na área de Embarque e Desembarque do Terminal Náutico e o gradil que circunda o monumento também foi recuperado.

A iluminação da praça e de todo o seu entorno também recebeu importantes intervenções. De acordo com a Diretoria de Iluminação (Dsip), foram instaladas 97 luminárias e 13 projetores, totalizando o investimento de R$277 mil.  

Expectativa – Mesmo ainda com as atividades suspensas devido à pandemia, os guias turísticos Ana Paula Sá, de 35 anos, e Adelmo Santos, de 37 anos, foram conferir de perto a nova Praça Cairu, já como preparação para receber os turistas após a crise sanitária. “Com essa linda estrutura, acredito que vai melhorar muito a questão da segurança. O local ficou mais aberto, amplo e, assim, o turista vai conseguir explorar novamente essa região da Cidade Baixa que estava tão abandonada durante anos”, disse Ana Paula.

“A gente percebe que, nos últimos anos, a Prefeitura vem fazendo melhorias na cidade, principalmente urbanísticas. Antigamente, a gente tinha que ‘adoçar a boca’ para falar de Salvador, devido à situação precária em que estava. Nos últimos anos, temos percebido que a cidade está se recuperando totalmente e, juntando a cultura local e a infraestrutura, era tudo o que o turista gostaria de ter”, completou Santos.

História – Tendo a um lado o Mercado Modelo; à frente, o Elevador Lacerda; e mais adiante, a Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia e o 2º Distrito Naval, a Praça Visconde de Cairu – antes grafada Cayru –, foi construída entre o final do século XIX e o início do século XX, quando o mercado ainda era a alfândega da capital baiana e parte da Cidade Baixa não tinha sido totalmente aterrada. A praça é um dos principais pontos de visitação de turistas que chegam do Terminal Náutico da cidade.

 

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: