Sem categoria

Salvador – Operação no fim de semana sem Carnaval não teve ocorrências graves

A operação municipal de fiscalização realizada para evitar aglomerações nesses dias em que aconteceria o Carnaval de Salvador, cancelado devido à pandemia de Covid-19, foi considerada positiva pela Prefeitura até esta segunda-feira (15). A iniciativa envolveu as secretarias de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e Ordem Pública (Semop), Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar, que verificaram casos de aglomeração, atividades sonoras nos bairros e cumprimento dos decretos em vigor, de forma a inibir a propagação do novo coronavírus. 

Na madrugada desta segunda (15), fiscais da Semop recolheram três armas brancas (facas) com ambulantes, no bairro de Itapuã. Já a Sedur vistoriou mais de mil locais e interditou dez estabelecimentos em oito bairros da cidade. As interdições alcançaram sete bares e três casa de eventos, e um total de 16 aglomerações foram dispersadas. 

No domingo (14) pela manhã, a GCM intensificou a atuação nas praias da Boa Viagem, Cantagalo e Preguiça, na Cidade Baixa. À tarde, foi feita uma operação com 70 guardas civis que, após receber uma denúncia, dispersaram banhistas que promoviam aglomerações na praia do MAM, às margens da Avenida Lafayette Coutinho (Contorno). Além disso, foram realizadas ações de conscientização junto aos cidadãos para garantir que fossem cumpridas as medidas de segurança contra a Covid-19. 

Para o diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência (Susprev), Maurício Lima, a ação no fim de semana foi a melhor possível. “Tivemos atuações pontuais na Barra, controlando o volume do som de dois bares, uma atividade sonora com percussão e um bloquinho de oito pessoas com caixas de som. Foi uma operação muito bem realizada, com mais de 100 agentes de toda a Prefeitura”, declarou.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: