Turismo

Salvador e Recife discutem experiências em turismo e gestão

As experiências de Salvador e Recife nos setores de turismo e gestão pública foram o mote da reunião ocorrida nesta segunda-feira (1º), no Palácio Thomé de Souza. Estiveram presentes na ocasião o prefeito Bruno Reis e a vice, Ana Paula Matos, além da vice-prefeita da capital pernambucana, Isabella de Roldão, e os secretários de turismo de Salvador, Fábio Mota, e de Recife, Cacau de Paula.

Cidades relevantes no contexto nacional, as capitais da Bahia e de Pernambuco possuem diversas similaridades culturais e sociais, que foram objeto de compartilhamento pelas gestoras. Isabella, 45 anos, se elegeu como a primeira vice-prefeita da história do Recife, na chapa encabeçada por João Campos.

Como não poderia deixar de ser, a representatividade feminina foi pauta na reunião. Salvador tem hoje dez das 24 secretarias comandadas por mulheres. No Recife, a representatividade também é prioridade, com 50% dos cargos de chefia destinados ao público feminino.

A reunião abordou temáticas relevantes, como a troca de conhecimentos sobre programas de governo de reconhecido sucesso. O Morar Melhor, por exemplo, chamou a atenção de Isabella. Já Ana Paula, por sua vez, quer agendar uma visita ao Recife, especialmente para conhecer de perto programas como o Pertencer, que Isabella criou quando foi secretária de Habitação e que leva humanidade e qualidade de vida para a população. O Pertencer tem foco na primeira infância e na qualificação da mão de obra feminina.

O prefeito Bruno Reis ressaltou a importância da troca de experiências. “É importante ouvir outras cidades, como Recife, uma referência no turismo de sol e mar, e passar experiências de como gerimos as coisas em nossa cidade. É bom para todos”, afirmou.

A vice-prefeita de Recife agradeceu a generosidade da troca e disse que ambas as localidades têm muita coisa para aprender e construir juntas. “São duas cidades muito parecidas, culturalmente. Gratidão por poder acompanhar o quanto Salvador fez nesses últimos oito anos, e colocar Recife à disposição para construir políticas públicas para as pessoas e com as pessoas”, disse Isabella.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: