saúde

Salvador – Centro Dia promove ações especiais para famílias de crianças com microcefalia

As 294 famílias de crianças com microcefalia e outras deficiências congênitas provocadas pelo zika vírus, cadastradas pelo Serviço Especializado para Pessoas com Deficiência (Centro Dia), têm recebido iniciativas especiais mesmo durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com dados da unidade de Proteção Social de Média Complexidade, no período de 27 de março a 30 de junho, foram entregues aos assistidos 678 cestas básicas, 228 kits de higiene e 21,7 mil unidades de fraldas descartáveis.

A secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Juliana Portela, ressalta que é fundamental reforçar as ações para amparar quem mais precisa, sobretudo, àqueles considerados grupo de risco da Covid-19. “Contribuir para a garantia dos direitos e necessidades básicas dessas crianças e famílias principalmente nesse momento de pandemia, é fundamental”, afirma.

A dona de casa Ivone Pereira, 42 anos, não esconde a gratidão ao falar do apoio e suporte recebidos. “Mesmo com essa pandemia, o Centro Dia está sendo muito importante, tem sido uma assistência muito boa. A ajuda com as cestas básicas, os kits, e, principalmente, as fraldas descartáveis para Cauã, meu filhinho de cinco anos, está sendo uma força e tanta. Que Deus abençoe vocês”, disse.

Para a coordenadora do Centro Dia, Virgínia Nascimento, é gratificante perceber, através dos olhos dessas mães, o agradecimento por esse cuidado. “É importante que elas sintam que têm nosso apoio e que não estão sozinhas, principalmente nesse momento tão delicado”, pontua.

UPCD – Até o dia 10 de julho, a Sempre, através da Unidade de Políticas Públicas para Pessoa com Deficiência (UPCD), também entregou 22.993 kits de higiene pessoal e de limpeza, 10.186 gêneros alimentícios e 6.305 cestas básicas. O montante foi destinado a famílias assistidas por organizações sociais que atendem pessoas com deficiência.

Centro Dia – Com mais de dois anos de atuação, o Centro Dia de Referência para Pessoas com Deficiência registra avanços conquistados, através de políticas públicas de assistência social, para promoção e manutenção dos direitos desse público. O mais recente foi a assinatura de uma medida provisória que tornou o Benefício de Prestação Continuada (BPC) vitalício para crianças com microcefalia e doenças congênitas do zika vírus.

O equipamento que atende, em média, 60 crianças de 0 a 6 anos e familiares por dia, realiza conjunto de atividades de convivência familiar, grupal e social; fortalecimento de vínculos e cuidados pessoais com pessoas com deficiência; orientação e apoio aos cuidadores familiares; encaminhamentos para rede de serviços locais; acesso à tecnologia assistida de convivência e autonomia da pessoa com deficiência.

Etiquetas
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: