CidadesSaúde

Salvador – 1 milhão de pessoas já receberam primeira dose contra Covid

Nesta sexta-feira (25), Salvador alcançou a marca histórica de 1 milhão de pessoas vacinadas com a primeira dose contra a Covid-19, montante que representa mais de 50% do público-alvo definido para estratégia, isto é, cidadãos a partir de 18 anos. O número reflete os esforços empregados pela Prefeitura para montagem de uma ampla estrutura para imunizar os soteropolitanos desde que as operações tiveram início na capital baiana em 19 de janeiro deste ano.

Não à toa, a cidade chegou a ser reconhecida pelo Ministério da Saúde como a capital brasileira mais eficiente na aplicação das doses, com 94,6% dos imunizantes recebidos já aplicados. Considerando a segunda dose, Salvador já chega, nesta sexta, a 413 mil pessoas que completaram o esquema vacinal – cerca de 23% da população habilitada para a imunização contra o coronavírus.

“Conseguimos isso porque estamos investindo muito. Temos diversos pontos fixos, drives, Vacina Express, fizemos mutirões, viradões e disponibilizamos aplicativos que facilitam a vida das pessoas quando vão se vacinar. Sempre acreditei que só através da vacina iríamos vencer essa guerra. Estamos perto de mudar essa triste página da nossa realidade, mas ainda precisamos nos cuidar. É importante continuarmos utilizando máscara, evitando aglomerações. Estamos bem próximos de voltar à nossa normalidade, que é tudo o que mais queremos”, ressaltou o prefeito Bruno Reis.

O avanço da vacinação, somada à continuidade das precauções para conter a disseminação da doença, será fundamental para o controle da pandemia, evitando que novas sobrecargas no sistema de saúde ocorram. Além disso, vai possibilitar a retomada das atividades econômicas de forma mais abrangente, inclusive, daquelas que foram suspensas desde o início da crise sanitária, em março de 2020.

“Um milhão de soteropolitanos protegidos com a primeira dose. Claro que ainda é preciso tomar todos os cuidados, porque todo esse um milhão de pessoas tem que concluir o ciclo vacinal, mas é uma marca que nos deixa muito felizes, pois estamos cuidando e protegendo as pessoas. Vamos seguir em frente com a melhor vacinação do Brasil”, acrescentou o titular da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Leo Prates.

Planejamento – Antes mesmo da chegada das primeiras doses das vacinas contra o coronavírus, a Prefeitura elaborou e lançou o Plano Municipal de Imunização, em janeiro. A estratégia reúne todo o planejamento necessário que incluiu a delimitação das fases e respectivos públicos-alvo, pontos fixos de vacinação e drive-thrus.

Também foram adquiridos quatro ultrafreezers para acondicionamento de imunobiológicos que necessitam de baixíssimas temperaturas (caso das vacinas produzidas pela Pfizer) e elaborada toda uma logística para transporte, armazenamento e distribuição das doses.  Esse planejamento, portanto, possibilitou que a vacinação pudesse ser iniciada um dia após o desembarque das primeiras doses na cidade.

Para garantir cobertura aos públicos-alvo da vacina, 1,5 mil profissionais de saúde foram mobilizados pelo município para atuarem em pontos espalhados pela cidade, inclusive, em esquema de plantão aos finais de semana. Somaram-se a esses profissionais outros 50 auxiliares técnicos de enfermagem e administrativos, fruto de um convênio firmado entre a Prefeitura e a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb).

Estratégias – Diversas estratégias também foram pensadas para garantir agilidade e atendimento amplo à população. Algumas delas foram os mutirões e o Viradão da Vacinação. O último teve início na última segunda-feira (21) e seguiu com 33 horas ininterruptas. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), foram vacinados 34,5 mil pessoas por meio da ação.

Para facilitar a imunização das pessoas com dificuldade de locomoção, foi implantado o serviço Vacina Express, no qual as pessoas podem agendar a vacinação em casa através do site (vacinaexpress.saude.salvador.ba.gov.br). Desde 2 de fevereiro, quando foi iniciado, o serviço já atendeu a mais de 14 mil pessoas na capital baiana.

Tecnologia – Em Salvador, a tecnologia também passou a ser uma grande aliada no processo de vacinação, trazendo mais agilidade e conforto aos cidadãos através de ferramentas como Vacinômetro, Filômetro e site Hora Marcada.   

O Vacinômetro vacinometro.saude.salvador.ba.gov.br) está disponível desde o primeiro dia de mobilização na cidade e mantém a população informada sobre a estratégia. A plataforma é atualizada em tempo real com dados referentes à imunização, número de doses aplicadas – tanto a primeira como a segunda – e classificação por faixa etária, sexo, cor e raça.

O Filômetro (filometro.saude.salvador.ba.gov.br), por sua vez, informa instantaneamente a intensidade das filas em cada um dos pontos de vacinação, além do público-alvo que está sendo atendido em cada local e o tipo de dose aplicada (1ª ou 2ª). Até o momento, a plataforma já teve mais de 18 milhões de visualizações.

Já o Hora Marcada (vacinahoramarcada.saude.salvador.ba.gov.br) permite que as pessoas possam agendar a data e horário para recebimento da vacina. Também foi implantado o QR Code da Vacinação, presente no site da SMS (saude.salvador.ba.gov.br ), que traz todos os dados da pessoa habilitada para receber a primeira ou segunda dose e, ao levar o documento ao ponto de imunização, agiliza o processo de triagem e recebimento do imunizante.

 

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: