Bahia

Rui diz esperar que suspeitos de tráfico não confrontem a PM: ‘Pra que não tenha óbitos’

Com a continuidades das operações da Polícia Militar contra quadrilhas de tráfico de drogas, o governador Rui Costa (PT) disse esperar que os suspeitos não entrem em confronto com a PM, caso sejam encontrados. Ele ressalta que essa atitude pode evitar ainda mais mortes em decorrência do crime.

 

“A polícia irá atuar na prisão dessas pessoas e eu espero que eles não reajam atirando na polícia pra que não tenha óbitos como teve no Nordeste de Amaralina”, avisou o governador, nesta quinta-feira (3), no evento de entrega de novas viaturas para a Polícia Civil, no pátio da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

 

Ele se refere à ocupação na região do Complexo do Nordeste, iniciada nessa quarta (2). Só no Nordeste de Amaralina, na manhã de ontem, quatro suspeitos foram mortos em confronto com a PM, de acordo com a SSP-BA.

 

As forças de segurança já ocupam a região pelo segundo dia e o governador afirmou que outra ação planejada é a realização de obras de infraestrutura que possam facilitar o acesso dos agentes às comunidades. “Na última reunião que eu estive com o secretário Maurício [Barbosa] e com o comandante Anselmo [Brandão], eu pedi que identificasse, por exemplo, no Nordeste de Amaralina, quais são as ruas que nós poderíamos abrir vias de acesso mais rápido pra ação policial, dificultando a instalação, e eu diria a construção, de verdadeiros quartéis generais do crime”, contou. Após essa análise, o governador disse que vai “colocar o pessoal da engenharia pra trabalhar e, eventualmente, desapropriar casas e abrir ruas”.

Fonte:bahia noticias

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: