Salvador

Reconstruído, Mercado São Miguel é reaberto no Centro Histórico

O Mercado de São Miguel, na Baixa dos Sapateiros, foi reaberto pela prefeitura de Salvador nesta quinta-feira (5). Reconstruído após um incêndio em 2017, o espaço funcionará inicialmente de segunda a sábado, das 10h às 16h, com uso de máscara obrigatório e entrada controlada, limitada a 172 clientes ao mesmo tempo. De acordo a gestão municipal, será aferida a temperatura dos visitantes. 

Com projeto desenvolvido pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF) e executado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), por meio da Superintendência de Obras Públicas (Sucop), o novo Mercado São Miguel tem uma área de 4.460 m², com 1.671 m² de espaço construído.

O investimento total, informa a prefeitura, é de R$ 5,1 milhões. O equipamento, que será administrado pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), passa a ter 40 boxes para comercialização de itens diversos, 28 bancadas de hortifruti e seis restaurantes.

A estrutura possui elementos de acessibilidade, ambiente para roda de capoeira, estacionamento com vagas para até 30 veículos e um santuário dedicado ao culto do santo que dá nome ao mercado.

Inaugurado em 1965, o Mercado São Miguel já foi frequentado por personalidades famosas como os sambistas Batatinha, Riachão e Bezerra da Silva e o escritor Jorge Amado.

A reconstrução do espaço no Centro Histórico de Salvador, depois do incêncio em 2017, foi iniciada em março de 2019.

Fonte:BNews

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: