Eleições 2020

Promessas de gestões estaduais e municipais em Feira são confrontadas em debate

As promessas não cumpridas e ações controversas executadas pelas gestões petistas e ronaldistas em Feira de Santana foram utilizadas para embasar as críticas dos candidatos a cargo de prefeito na cidade. Pela primeira vez juntos, Zé Neto (PT) e Colbert Martins (MDB), protagonizaram o debate realizado pela rádio Princesa FM.

 

A estratégia do parlamentar petista focou em apontar problemáticas no governo municipal no período que Colbert está à frente da administração como a realocação de ambulantes do Centro da cidade para o novo shopping popular, o funcionamento do sistema de BRT e a distribuição de linhas de ônibus para os distritos rurais do município.

 

Martins também seguiu na mesma direção que o oponente e apontou obras nunca concluídas e políticas sob responsabilidade do pelo governo do estado, a exemplo do Centro de Convenções, a falta de voos frequentes no Aeroporto João Durval Carneiro e a extinção do Centro Industrial do Subaé (CIS).

 

“Há 6 anos a gente tenta terminar o Centro de Convenções e não consegue”, disparou Zé Neto, afirmando que, se eleito, vai finalizar a obra. Em resposta, Colbert explicou que o equipamento só não foi concluído pelo estado por “falta de interesse”. 

 

A problemática da segurança pública foi exposta por Colbert como sintoma de uma inoperância do governo do estado. Ele alegou que a quantidade de companhias de Polícia Militar em toda a cidade é inferior a que estão distribuídas na orla marítima de Salvador.

 

Já a extinção do CIS foi questionada por Colbert, que salientou que a medida do governo Rui Costa prejudicou a geração de emprego e renda. Em sua defesa, Zé Neto passou a a bola para o município, que não criou uma pasta que seria responsável pela gestão do setor industrial em Feira de Santana.

Fonte:Bahia noticias

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: