Salvador

Programa Trilha oferece curso de teatro no Mercado Iaô

Uma concorrida aula inaugural, realizada nesta quinta-feira (23), no Mercado Iaô, no bairro da Ribeira, em Salvador, marcou o início das atividades do curso de teatro Iaô Aprendiz em Cena. A formação faz parte do Programa Trilha, desenvolvido pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), e contempla 120 jovens de 16 a 22 anos.
 
Durante o curso, os participantes terão a carteira assinada, na condição de aprendizes, por empresas da capital baiana. As vagas foram viabilizadas por meio de uma parceria entre a Associação Fábrica Cultural, responsável pelo Mercado Iaô, e a Superintendência Regional do Trabalho na Bahia. “É uma oportunidade única de fazer o que a gente tanto ama, com uma renda garantida”, destaca Igor Bispo, 21 anos, que mora no bairro de São Caetano e se dedica ao teatro desde a pré-adolescência. 
 
Formação
 
Organizado em dois módulos, cada um com 400 horas, o Iaô Aprendiz em Cena oferece conteúdos que vão permitir aos jovens atuarem como atores, iluminadores, cenógrafos, produtores, maquiadores e em outros segmentos da cadeia produtiva teatral. 
 
A grade reúne disciplinas específicas, como História do Teatro, Expressão Corporal, Expressão Vocal e Improvisação, e componentes curriculares voltados para a formação cidadã, a exemplo de Direitos Humanos, Ética e Estudo de Gênero e Raça. “Vai ser uma experiência maravilhosa, porque o teatro ajuda a falar em público, conviver em grupo e a ter paciência, conhecimentos essenciais em qualquer área profissional”, ressalta Alexandra Sacramento, 16 anos.
 
As aulas serão ministradas por profissionais referenciados no segmento teatral, como Jackson Costa, Gordo Neto, Celso Júnior, Patrícia Leitão, Manuela Rodrigues, Mariana Freire, Fernanda Paquelet e João Lima. 
 
Geração de renda 
 
Para o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães, a iniciativa fortalece uma vocação soteropolitana. “Salvador tem os setores criativos como uma das bases da sua economia. Dessa forma, o Governo do Estado vai investir R$ 320 mil nesse curso, otimizando os recursos destinados à qualificação para atender uma demanda efetiva que existe no mercado”, explica.
 
Presidente da Associação Fábrica Cultural, a cantora Margareth Menezes comenta que “o curso vai beneficiar e despertar o talento de adolescentes que estão começando a entrar em contato com a vida profissional, contribuindo para que eles redimensionem a visão humana e o pensamento e desenvolvam a capacidade de imaginar e concretizar seus sonhos”.
 
Também participaram da aula inaugural a superintendente regional do Trabalho e Emprego da Bahia, Gerta Schultz; o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia, Luís Carneiro; o superintendente estadual de Desenvolvimento do Trabalho, Marcelo Gavião; o representante do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, Dorotéia Azevedo; o conselheiro e diretor social da Associação Baiana dos Advogados Trabalhistas (Abat), Murilo Cerqueira; a diretora executiva da Associação Fábrica Cultural, Jaqueline Azevedo; e a representante da comunidade Itapagipana, Jamira Muniz.
Etiquetas
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: