Mundo PET

Profissional de Medicina Veterinária cuida da saúde animal e da população

Área possui ramificações variadas em diferentes setores da vida animal e da sustentabilidade

A paixão por cães e gatos provoca o interesse em jovens pela carreira de Médico Veterinário desde cedo e a profissão tem amplas possibilidades no mercado de trabalho, desde a preservação do meio ambiente e da saúde pública até o bem-estar dos melhores amigos dos humanos. Segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), há mais de 145 mil profissionais cadastrados no Brasil – e ainda há espaço para novos profissionais.

Segundo o coordenador do curso de Medicina Veterinária da Faculdade Unime – Itabuna, professor Ronaldo Argôlo Filho, o estudante do ensino superior tem o primeiro contato com técnicas de intervenção em todos os setores associados à sanidade dos animais. “O graduando tem contato inicialmente com as áreas das Ciências Biológicas, Exatas e Sociais Aplicadas, para após, com imersão nas disciplinas teóricas e práticas específicas, aprender todas as rotinas do Médico Veterinário”, explica.

O professor lista algumas atividades que fazem parte do aprendizado do estudante ” O aluno aprende, por exemplo, como funciona o atendimento clínico e cirúrgico para animais domésticos e silvestres, como desenvolver e aplicar o melhor manejo nutricional para os animais de produção, utilizar de forma segura ingredientes de origem animal para alimentação humana, entre outros”, diz.

De acordo com Dr. Ronaldo, os Médicos Veterinários precisam ter senso de emergência e comprometimento para resolver imprevistos, desenvolver controle emocional e raciocínio rápido para explorarem os setores de atuação. O docente apresenta algumas das áreas que o profissional formado pode seguir:

Clínica veterinária: animais de estimação de pequeno porte recebem atendimento de emergência ou acompanhamento médico em clínicas veterinárias. Nesse espaço, o profissional lida com cães, gatos, aves, peixes, roedores e até mesmo algumas espécies silvestres e exóticas.

Produção industrial: estabelecimentos que trabalham com qualquer tipo de matéria-prima de origem animal, para fins alimentícios ou não, são obrigados a contar com um veterinário graduado para fiscalização de controle e qualidade.

Produção industrial para animais: o profissional é responsável por desenvolver rações, vitaminas, medicamentos e vacinas para qualquer tipo de animal.

Conservação de espécies: o médico veterinário tem a oportunidade de lidar com animais silvestres (em cativeiros ou no habitat natural) e criar projetos ecológicos a fim de diminuir a extinção, preservar e garantir a reprodução de animais em risco.

Zoonoses e Saúde Única: existe a possibilidade de atuar no combate de doenças que podem se espalhar para população humana por meio da vigilância epidemiológica, sanitária e ambiental. O profissional estuda as diferentes formas de transmissão de enfermidades e desenvolve métodos de prevenção e solução de problemas.

MERCADO

O médico veterinário pode ainda trabalhar com zoológicos e reservas, com fazendas e haras, em centros de pesquisa, com perícia técnica em competições esportivas, consultoria, anestesia, fisioterapia e outros segmentos. Segundo o CFMV, são mais de de 80 áreas de atuação.

Segundo o site Salário, que cruza dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do eSocial e do Empregador Web, a remuneração inicial do profissional é de cerca de R﹩ 3.798,45 no Brasil, em 2021, para jornada de 39 horas semanais. O piso salarial para contratados em CLT está na média de R﹩ 3.466,81.
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: