Eleições 2020

Polarização entre petismo e antipetismo norteia disputa eleitoral em Vitória da Conquista

Em Vitória da Conquista, terceiro maior colégio eleitoral da Bahia com 231.176 eleitores, o atual prefeito Herzem Gusmão (MDB) e o ex-prefeito Zé Raimundo (PT) construíram alianças partidárias robustas, garantindo a maior parte dos 10 minutos de programa eleitoral gratuito, tanto na TV quanto no rádio. Entretanto, outros cinco candidatos ao poder executivo municipal estão na disputa, pretendendo dar fim à polarização.

O radialista Herzem Gusmão foi eleito em 2016, após 20 anos de gestões do PT em Conquista. Com um forte discurso antipetista, conseguiu superar Zé Raimundo no segundo turno, com 57,58% dos votos válidos. Nos últimos três anos, o emedebista tem colecionado enfrentamentos com o governo estadual (veja aqui) e se aproximado cada vez mais do bolsonarismo, chegando a declarar apoio incondicional ao presidente da República .

Em setembro de 2020, o bolsonarista Roberto Jefferson (PTB) desembarcou em Conquista para declarar apoio a Herzem, além de revelar seu desejo de que o emedebista se candidate ao governo do estado para enfrentar ACM Neto, do Democratas . O DEM, entretanto, indicou a empresária Sheila Lemos como vice na chapa de reeleição.

Também por esse motivo, o bolsonarismo se divide nas eleições de Conquista. Ao menos no primeiro turno, Herzem deve disputar o voto simpático ao presidente da República com o vereador David Salomão (PRTB), também candidato a prefeito. Apesar dos dois nutrirem simpatia por Jair Bolsonaro (sem partido), eles não se veem do mesmo lado do espectro político e também colecionam embates .

PASSADO E FUTURO

Natural de Pojuca, na Região Metropolitana de Salvador, o deputado estadual Zé Raimundo foi o prefeito conquistense entre 2002 e 2008. Agora, o petista usa o slogan “A Conquista do Futuro” para seduzir o eleitorado do município, que elegeu o partido por cinco vezes consecutivas entre 1996 e 2012. Essa dialética entre as boas lembranças de gestões passadas e a expectativa de uma cidade moderna está presente nos primeiros programas eleitorais do candidato na televisão. 

Professor universitário formado em Pedagogia e em História, Zé Raimundo também tem apostado muito na educação como tema do seu guia eleitoral. Nesta quinta-feira (15), Dia do Professor, o programa do petista homenageou os profissionais da área e mostrou depoimentos de ex-colegas, tanto da época de aluno quanto do período em que dava aulas na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

O tema tem gerado polêmica, visto que seu principal adversário, Herzem Gusmão, tem dito constantemente em seus programas eleitorais que “os governos passados não conseguiam bater o Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica]”, enquanto a atual gestão já teria alcançado a meta em 69 escolas do município. Zé Raimundo rebate, dizendo que Conquista superou a meta do Ideb pela primeira vez em 2007, durante seu mandato como prefeito.

O transporte público também é um ponto sensível da campanha. Os petistas apontam que Herzem contratou, sem licitação, duas empresas de ônibus por R$ 45 milhões. O preço da passagem, no valor de R$ 3,80, também é alvo de crítica da campanha de Zé Raimundo, que considera “obscura” a relação da prefeitura com as concessionárias do serviço. O Ministério Público da Bahia investiga a situação .

Por outro lado, o atual prefeito diz que as gestões petistas deixaram a Empresa Municipal de Urbanização de Vitória da Conquista (Emurc) “falida, endividada, desacreditada e negativada”, comemorando a recuperação da instituição, com o pagamento de dívidas, a contratação de novos funcionários, o empreendimento de obras de pavimentação na cidade e os três anos seguidos de lucro na estatal.

OS MENOS COTADOS

Além de David Salomão, que divide com Herzem parte dos votos bolsonaristas, Cabo Herling (PSL), Maris Stella (Rede), Professor Ferdinand (PSOL) e Romilson Filho (PP) também tentam romper com a polarização entre o atual prefeito e o ex-prefeito petista.

O candidato do Progressistas, Romilson Filho, se destaca entre os que tentam surpreender e cavar uma vaga no segundo turno das eleições municipais. Com 1 minuto e 30 segundos de programa eleitoral gratuito, o prefeiturável tem apostado nos apoios do vice-governador João Leão (PP) e do deputado federal Cláudio Cajado (PP), figuras recorrentes nas inserções de TV.

Com cerca de 20 segundos na TV, o candidato do PSOL, Professor Ferdinand, aposta nas ruas e nas redes sociais como saídas para a campanha. No pequeno tempo de inserção televisiva, a candidatura espalha a tese marxista de que a classe trabalhadora constrói a riqueza dos empregadores, provocando a desigualdade social.

A historiadora Maris Stella e o militar Cabo Herling fazem uma campanha mais tímida. Enquanto a primeira, com pouco tempo de TV, apresentou seu Plano de Gestão Popular Sustentável nas redes sociais, o segundo, que é apoiado pelo PSC, visita ruas comerciais e conversa com eleitores, oferecendo seu caminho para “a Joia do Sertão Baiano voltar a sorrir”.

CENÁRIO PARCIAL

Segundo o instituto Potencial Pesquisa, Zé Raimundo (34%) e Herzem Gusmão (29%) estão tecnicamente empatados, dentro da margem de erro de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos. David Salomão tem 9% das intenções de voto, seguido por Maris Stella e Cabo Herling, com 2% cada. Romilson Filho e Professor Ferdinand registraram apenas 1% cada um.

A pesquisa, registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº BA-0046/2020, entrevistou 600 pessoas, por telefone, entre os dias 24 e 29 de setembro. O nível de confiança é de 95%.

Fonte:Bahia Noticias

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: