Saúde

Para Valdemir Medeiros, aprovação da PEC11 é grande vitória dos profissionais da Enfermagem

Dirigente da Central Única dos Trabalhadores na Bahia e do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social, Valdemir Medeiros classifica como uma grande vitória a aprovação da PEC11 em Comissão Especial na Câmara dos Deputados, na última quinta-feira (7). Medeiros disse que a regulamentação e inserção do piso salarial dos profissionais da Enfermagem na Constituição Federal é uma grande vitória da classe trabalhadora.

Para ele, a Proposta de Emenda Constitucional 11/2022 é a garantia de que profissionais como enfermeiros, técnicos e auxiliares não precisarão mais se submeter a cargas horárias exaustivas para montar um salário. “Vemos esses trabalhadores em até três, quatro empregos e sacrificando suas famílias e numa carga muito grande de estresse”, disse.

De acordo com o parecer da relatoria da PEC 11, a proposta corrige uma distorção que compromete a valorização da enfermagem e dá segurança jurídica, fazendo com que estados e municípios se adequem à nova realidade até o fim do ano.  

Muita luta  – O dirigente sindical afirmou ainda que a guerra ainda precisa ser vencida, apesar das vitórias em diversas batalhas. Ele se refere à votação em plenário, que foi adiada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lyra, pois este priorizou a PEC que garante mais de R$ 40 bilhões para recursos na área social, conhecida como PEC Kamikase.   

A votação da matéria que beneficia os profissionais de enfermagem está pautada para o próximo dia 12.

Raimundo Cintra, da CNTSS, ressalta a mobilização dos trabalhadores junto a parlamentares de todos os partidos, em especial as legendas de esquerda como PT, PSB, PSOL, PC do B e PV e criticou o Partido Novo, a quem considera inimigo dos profissionais da enfermagem. “É uma legenda que cuida dos interesses dos patrões”, disse.

 

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: