Política

Deputados veem cenário adverso para reformas na Câmara pós-eleição interna

A disputa acirrada na eleição para a presidência da Câmara dos Deputados, travada hoje entre os deputados federais Arthur Lira (PP-AL) e Baleia Rossi (MDB-SP), deve dificultar a formação de maiorias na Casa. É nisso que acreditam parlamentares ouvidos pela coluna Painel, na Folha de S. Paulo.

 

 

Para eles, a única solução é o vencedor construir maioria de 300 em 513 deputados, caso contrário, a aprovação de reformas, que dependem do apoio de dois terços dos parlamentares, será prejudicada.

 

Lira é o candidado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e Rossi, o do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM). 

 

De acordo com a publicação, a avaliação é de que as marcas já deixadas pela eleição se devem, principalmente, à estratégia adotada por aliados de Lira, que têm incentivado rebeliões em partidos fechados com Rossi para tirar votos do rival. Foi o que aconteceu com o PSL na última quinta-feira (7). Aliados de Baleia Rossi, por outro lado, concordam que traições não são novidade na política, mas apontam que interferência, como ocorre neste momento, são sim.

Fonte:bahia noticias

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: