Salvador

Conder intensifica obras de requalificação urbana da Rua Chile

Com a extração da camada de asfalto, construção de travessias com sinalização em piso tátil e implantação de faixa de pedestres em paralelepípedo vermelho e cinza, a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder) intensifica o ritmo das obras de requalificação urbana da Rua Chile, que, além da volta do pavimento em paralelepípedos, terá o emaranhado de fios de energia e cabeamento de empresas de telecomunicação retirados.
 
Primeira via do Brasil, a Rua Chile, um dos principais cartões postais da capital baiana, está sendo contemplada com o projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador’, de pavimentação de vias e requalificação de calçadas com melhorias na acessibilidade. Um investimento de R$ 124 milhões, beneficiando 314 ruas, em 11 bairros da região antiga da cidade, incluindo a Rua Chile e mais 17 ruas do Centro Histórico de Salvador.
 
“Além de eliminarmos os fios, com a conversão da fiação aérea por cabeamento enterrado, estamos trazendo de volta os trilhos, por onde passou a primeira linha de bonde no país, que estavam perdidos, abaixo da camada de asfalto”, informa o diretor de Habitação e Urbanização Integrada (Dihab), Maurício Mathias, referindo-se à recuperação dos trilhos que voltarão à compor a paisagem da via histórica.
 
A obra, nos 330 metros da Rua Chile, foi dividida em seis trechos, que estão sendo feitos por etapas. No primeiro momento, é realizada a requalificação das calçadas, formadas por placas de granito antiderrapante e também por uma faixa de pedra portuguesa. Nas mudanças de nível e nas rampas de acesso são colocados também piso tátil de alerta. A fiação aérea (rede elétrica e de telecomunicações) será rebaixada para uma vala subterrânea. Em sequência, são iniciadas as intervenções na pista, com a recuperação da via em paralelepípedo.
Etiquetas
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: