Política

Comissão de Ciência e Tecnologia debate os danos causados pela burocracia à pesquisa no país

Buscar soluções para diminuir o peso e os entraves da burocracia na pesquisa de ciência e tecnologia no país. Este foi o tema principal de uma nova rodada da Comissão de Ciência e Tecnologia, Ciência e Informática (CCTCI) realizada nesta quinta-feira (30.05) na Câmara dos Deputados. O encontro contou com a participação de deputados, professores e pesquisadores da várias instituições do ensino superior do país.

Dados da Fiesp apontam que a burocracia custa cerca de R$ 46 bilhões ao Brasil, além de incentivar a informalidade. Para a instituição, o PIB nacional poderia crescer cerca de 17% com simplificações.

Segundo o deputado federal Félix Mendonça Jr. (PDT-BA), presidente da CCTCI, a produção de conhecimento hoje acontece numa velocidade nunca vista. “Acompanhar essa dinâmica é essencial para que o Brasil possa se destacar no cenário internacional, gerando conhecimento e emprego de qualidade”, afirmou.

Ele lamenta as dificuldades por conta dos entraves burocráticos, que deixam o andamento das pesquisas mais lento. “A burocracia é tão excessiva que, em determinadas áreas, a demora na aquisição de insumos básicos acaba inviabilizando a execução dos projetos. É preciso dar maior atenção a essa questão, que tem proporcionado uma grande fuga de cérebros do nosso país”, destacou.

Fernando Peregrino, presidente do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica, destacou que o excesso de burocracia no país asfixia o trabalho de pesquisa. “São dificuldades para conseguir financiamento, para prestar contas, para importar insumos e por aí vai”, disse.

O encontro da CCTCI foi elogiado pela professora Lygia Pereira, docente da Universidade de São Paulo (USP). “Como cientista, é a primeira vez que vejo este assunto ser debatido em uma audiência pública. Normalmente esta discussão se dá no âmbito da academia”, revelou.

Etiquetas
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: