Eleições 2020

Com Marcell cassado, difícil reeleição de Marcelle vira questão de sobrevivência do clã Moraes

O poderio dos irmãos Moraes está severamente ameaçado na Bahia. Com a cassação do deputado estadual Marcell Moraes (PSDB) por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), agora, o parlamentar aposta todas as fichas na reeleição da irmã, a vereadora Marcelle Moraes (DEM).

Conhecido por levantar a bandeira da causa animal, Marcell deixa a Assembleia Legislativa uma série de acusações de abuso de poder econômico na eleição de 2018. Naquele ano, o parlamentar valeu-se das campanhas de vacinação e castração de animais gratuitas ou com valores abaixo do valor de mercado para fins eleitorais. Com a perda do mandato, restam poucas opções para o polêmico político baiano.

Em 2020, Marcelle tenta ficar por mais um mandato na Câmara Municipal de Salvador. Entretanto, o cenário não é nada favorável após a edil aceitar o convite do vice-prefeito e candidato a prefeito Bruno Reis para ingressar nos quadros do DEM. O partido está “inchado” e a vereadora não é uma prioridade dentre tantas opções do grupo carlista. O próprio Marcell, inclusive, reclamou do arranjo.

Em uma entrevista em agosto, ele revelou que “brigou” com Bruno e com o prefeito ACM Neto após a filiação da vereadora. “Eu tive uma pequena divergência, porque ela foi para o Democratas a pedido de ACM Neto. Briguei sim. Acho que ACM Neto e Bruno Reis não foram amigos dela. Enganaram a menina e a levaram para um partido como o Democratas. Enfim, não concordei. Já briguei com Bruno”, contou.

Foi Bruno que coordenou o processo de “dança das cadeiras” entre os partidos na janela partidária, no início do ano. “Vai ser uma eleição mais difícil, porque você pode ter 12 mil votos e perder”, completou Marcell, na ocasião. Após a repercussão das declarações, Marcell recuou e afirmou que “respeita” os dois gestores.

Inelegível pelos próximos anos, o agora ex-deputado revelou que tem planos ambiciosos para a familiar. Inclusive, lançou o nome da vereadora como candidata a deputada estadual na eleição de 2022. E neste ano a parlamentar já recebeu um dos maiores recursos de campanha entre os candidatos a vereador de Salvador: R$ 161.900,00. Deste valor, a maior parte é fruto de doação com recursos próprios (R$45.000,00). A reeleição da “protetora dos animais” agora é questão de sobrevivência política para o clã Moraes.

Fonte:BNews

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: