Política

Câmara celebra 50 anos da Tribuna da Bahia

Os 50 anos da Tribuna da Bahia foram celebrados pela Câmara Municipal de Salvador, em sessão especial requerida pelo vereador Téo Senna (PHS). Fundado em 1969, o jornal impresso trouxe inovações na diagramação e no estilo das matérias e foi pioneiro na impressão em offset no Brasil. A sessão em homenagem, na noite desta quinta-feira (24), no Plenário Cosme de Farias, foi conduzida pelo presidente da Casa, vereador Geraldo Júnior (SD).
“A Tribuna da Bahia é um jornal de credibilidade que venceu todos os desafios ao longo de sua história. Seriedade e transparência são referências para o jornalismo, notadamente o jornalismo político”, afirmou o presidente Geraldo Júnior.
No seu discurso, Geraldo Júnior falou da atuação do jornalista Walter Pinheiro, sempre conduzindo o impresso com responsabilidade e conhecimento. Também fez questão de destacar as atuações dos jornalistas Raul Monteiro, Osvaldo Lyra e Paulo Roberto Sampaio. Também lembrou de Jânio Lopo, vendo-o como uma pessoa “desprendida de vaidade”. Sobre a história do jornal, ressaltou a inauguração do sistema de impressão em offset, o primeiro no Brasil.
 
Serviços prestados
 
“A Tribuna da Bahia mantém o frescor do bom jornalismo e da credibilidade na informação, com enormes serviços prestados à sociedade baiana”, afirmou o vereador Téo Senna. Ainda em sua fala, lembrou da sua relação afetiva com o impresso, desde pequeno, e dos jornalistas que passaram pelo mesmo. Também fez reverência a Nelson José de Carvalho, Walter Pinheiro, Marcelo Sacramento e Paulo Roberto Sampaio. Destacou ainda o seu fundador, Elmano Silveira Castro, que lançou o jornal em 21 de outubro de 1969.
Téo Senna recorreu à história recente do Brasil para falar da atuação do jornal na luta pela redemocratização do país. Frisou que a luta continua, uma vez que “a Tribuna da Bahia continua exercendo o verdadeiro papel da imprensa livre”.
O vereador Pedro Godinho (MDB) presidiu os trabalhos durante o pronunciamento de Geraldo Júnior. Em sua fala, Godinho disse que “a Tribuna da Bahia é um jornal independente que também possui um site de notícias que leva informação para milhares de leitores”.
O jornalista Walter Pinheiro, presidente da Tribuna da Bahia, disse que a sessão trazia “muitas emoções” por conta das lembranças que tocam nas pessoas. Sobre as muitas profissionais que atuam e que atuaram no jornal, frisou que “Joaci Góes é o sábio”. 
O jornalista Osvaldo Lyra, diretor de Comunicação da Câmara e editor de Política da Tribuna, vê como desafio muito grande suceder a Jânio Lopo na editoria de Política. Sobre os avanços do impresso nestes 50 anos de circulação, observou que “o jornal mantém a sua linha ética, de credibilidade, e sempre atendendo aos interesses da sociedade”.
 
Mesa de trabalho
 
Além dos vereadores Geraldo Júnior e Téo Senna, fizeram parte da mesa de trabalho o deputado estadual Luciano Simões (DEM); o desembargador Balthazar Miranda Saraiva; o vice-Almirante Silva Lima, comandante do 2º Distrito Naval; o vice-presidente da Tribuna Marcelo Sacramento, o diretor de Redação Paulo Roberto Sampaio; o coronel Aviador Ivan Lucas Karpischin, comandante da Base Aérea de Salvador; o coronel Marcelo Amorim, representando a 6ª Região Militar; o conselheiro da Tribuna Joaci Góes, presidente da Academia Brasileira de Letras; e o advogado Luiz Augusto Coutinho, representando o presidente da OAB/BA.
Também participaram da sessão especial o vereador Maurício Trindade (DEM), o jornalista Nelson José de Carvalho, diretor da Associação Bahiana de Imprensa, dentre outras personalidades.

Etiquetas
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: