Eleições 2020

Apenas uma mulher é eleita prefeita entre as capitais do país

Das 26 capitais dos estados brasileiros apenas uma será comandada por uma mulher. Em Palmas, no Tocantins, Cinthia Ribeiro (PSDB) disputou a reeleição e se reelegeu ainda no primeiro turno.

 

No segundo turno cinco mulheres disputavam prefeituras de capitais: Marília Arraes (PT), no Recife (PE); Delegada Danielle (Cidadania) em Aracaju (SE); Manuela D’Ávila (PCdoB) em Porto Alegre (RS); Cristiane Lopes (PP) em Porto Velho (RO); e Socorro Neri (PSB) que disputava o Executivo de Rio Branco (AC). O segundo turno ocorreu em 13 capitais. 

 

A realidade não é inédita. Em 2012 e o 2016, Teresa Surita foi a única mulher a vencer uma prefeitura de uma capital brasileira. Ela ganhou a disputa pelo Executivo de Boa Vista (RR).

 

Reportagem do G1 lembra que a eleição municipal de 2020 foi a terceira em que está em vigor a lei que estabelece a cota de mínimo de 30% para candidaturas de cada sexo.

 

Ao observar os resultados do segundo turno fora das capitais, o número de mulheres que venceram a disputa passa para sete.  Alista inclui Suéllen Rosim (Patriota), a primeira mulher eleita prefeita de Bauru (SP); Marília (PT), em Contagem (MG); Paula Mascarenhas (PSDB), em Pelotas (RS); Professora Elizabeth (PSD), em Ponta Grossa; Margarida Salomão (PT), em Juiz de Fora (MG); Raquel Chini (PSDB), em Praia Grande (SP); e Elisa Araújo (SD), em Uberaba (MG). As informações são do portal G1. 

Fonte:bahia noticias

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: