Política

Deputado Angelo sugere criação de Núcleo de Tratamento de Pacientes com Síndromes Pós-Covid

O deputado Angelo Almeida (PSB) sugeriu que o Governo do Estado avalie, em caráter emergencial, a implantação de um Núcleo de Tratamento de Pacientes com Síndromes Pós-Covid, no Hospital Dom Pedro de Alcântara, em Feira de Santana. Através de indicação, exarada pela Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) ao governador Rui Costa, o parlamentar apresenta dados para justificativa da proposta, salientando que compete ao Estado legislar sobre assuntos referentes à proteção e defesa da saúde.
 
O socialista definiu a iniciativa como um núcleo multiprofissional para garantir o acompanhamento dos pacientes com a referida síndrome, “antecipando-se, desta forma, no combate ao que pode ser uma nova epidemia diante dos milhares de casos já relatados de sequelas da Covid-19”. Segundo Almeida, alguns estudos vêm constatando a grande quantidade de pessoas contaminadas pelo coronavírus – desde as que precisaram de internamento até as que não tiveram quaisquer sintomas – que estão sendo consideradas curadas, mas têm apresentado sequelas devido à infecção pela doença.
 

Ele citou recente pesquisa divulgada pela revista inglesa British Medical Journal: de 47.780 pessoas que foram internadas na Inglaterra e receberam alta hospitalar até o dia 31 de agosto de 2020, 5.875 (12,3%) morreram até o início de 2021 e 29,4% voltaram a ser internadas devido a complicações associadas à doença. Outro estudo, feito nos Estados Unidos, acompanhou 26 atletas universitários que tiveram Covid-19 na forma assintomática da doença ou apenas com sintomas leves, que não levaram à internação. “Após a realização de ressonância magnética do coração, ficou constatado que 15% estava com miocardite, uma inflamação no coração, e 30,8% apresentavam uma cicatriz no órgão”, relatou o deputado.

 
A indicação traz os números atualizados: Na Bahia, desde o primeiro caso no estado, em março de 2020, já são cerca 870 mil casos confirmados, dos quais 835 mil considerados recuperados. Em Feira de Santana, são cerca de 33 mil casos confirmados e 28,5 mil recuperados. “A síndrome pós-covid já é uma realidade considerada pelos pesquisadores e acende um alerta para a necessidade de um acompanhamento a longo prazo dos pacientes considerados recuperados. Os sintomas podem ser prolongados e atingir pessoas que tiveram casos graves da doença, mas também os que não apresentaram sintomas.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: