saúde

Serviço de cirurgia bucomaxilofacial do HGE é destaque nacional

O serviço de cirurgia bucomaxilofacial do Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, ficou em segundo lugar no país em número de procedimentos, com a realização de 255 cirurgias de face, em 2018. Ao todo, 463 hospitais públicos ofertaram o procedimento. Com uma equipe formanda por cinco cirurgiões bucomaxilo, além dos residentes, o serviço realiza uma média de 10 cirurgias por semana. 
 
O coordenador do serviço, Samário Maranhão, explica que os pacientes dão entrada na emergência do HGE, normalmente, vítimas de acidentes de trânsito, agressão física ou arma de fogo. Quando constada a necessidade da cirurgia de face, a equipe é acionada, e o procedimento é feito em até 48 horas. Após a alta hospitalar, os pacientes passam a ser acompanhados ambulatorialmente durante três meses, até serem liberados em definitivo. 
 
Segundo o coordenador, além de comprometimentos estéticos, esses traumas podem causar também problemas de saúde, como dificuldade de respirar, mastigar, enxergar, dentre outros.
 
HGE
 
Inaugurado em abril de 1990, o HGE foi ampliado em 2016, ganhando uma nova estrutura, denominada HGE 2, que ampliou o número de leitos, bem como de salas cirúrgicas. O HGE realiza cirurgias de coluna e geral, neurocirurgia, cirurgia oftalmológica, da face, pediatria, clínica médica, queimados, cirurgia reparadora e também possui um Centro de Tratamento de Queimados. 
 
Em 2017, foi inaugurado o Centro de Bioimagem do HGE, que integra a Parceria Público Privada (PPP) de Diagnóstico por Imagem e funciona com ressonância magnética de 1,5 Tesla e dois tomógrafos computadorizados de 16 canais. Além da assistência, o hospital é local de pesquisa e ensino, recebendo estudantes para estágios curriculares e pós-graduação (residência médica).
Etiquetas
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: