Cerveró acusou Wagner de receber propina em contrato da Torre Pituba; petista evita comentar operação Sem Fundos

Em 2016, o ex-diretor da Petrobras acusou, em delação premiada, Jaques Wagner, senador eleito pela Bahia, de ter recebido propina nos contratos da Torre Pituba, sede da Petrobras em Salvador. De acordo com o ex-gestor a propina foi “dirigida” por José Sérgio Gabrielli.

Durante inauguração da Avenida 29 de Março, na manhã desta sexta-feira (23), Wagner evitou se alongar quando foi questionado sobre a operação Sem Fundos, 56ª fase da Lava Jato que investiga corrupção na no contrato de construção da sede da estatal na capital baiana.

“Só sei o que saiu na imprensa até agora, que seria investigação sobre superfaturamento naquele prédio do Itaigara e que teve gente presa. Aí tem que esperar para ver o resultado divulgado da investigação e a própria investigação”, disse o petista.

Fonte: Bocãonews

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: