Salvador

Venda irregular de credenciais do Carnaval será monitorada pela Transalvador

Para inibir a venda irregular de credenciais de moradores, que dão acesso a áreas restritas durante o Carnaval 2019, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) tem monitorado redes sociais e sites de compra e venda de produtos, a fim de identificar aqueles que estiverem comercializando os adesivos. Os proprietários que forem flagrados pela autarquia terão as credenciais canceladas para este ano, e o acesso às áreas restritas estará proibido.

Os moradores das zonas de restrição que forem flagrados comercializando os adesivos também não receberão as credenciais no próximo ano. Para que possam adquiri-las novamente, deverão comparecer à autarquia para prestar esclarecimentos. “Estes adesivos devem ser utilizados apenas pelos moradores da região, sendo irregular a comercialização dos mesmos”, afirmou o superintendente do órgão, Fabrizzio Muller.
A Transalvador alerta que, geralmente, quem compra estes adesivos não são foliões com intenção apenas de curtir a festa, mas sim pessoas com outros interesses – como motoristas de transporte clandestino, que colocam em risco a vida dos passageiros no trânsito. As credenciais que forem identificadas durante a festa terão o acesso proibido e o adesivo será retirado do veículo.
Quantitativo – Cerca de 70 mil adesivos foram enviados pela Transalvador para as 35 mil residências localizadas nas imediações da festa. As credenciais de morador serão exigidas nas barreiras de restrição a partir do dia 27 de fevereiro até o dia 5 de março, terça-feira de Carnaval. Aqueles que ainda não receberam os adesivos devem acessar o site www . mobilidadenocarnaval . salvador . ba . gov . br e comunicar a situação à Transalvador através da seção Fale Conosco. Será enviado um e-mail com informações para que o cidadão compareça à sede do órgão para regularizar a situação.

Etiquetas
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: