Salvador

Salvador sedia encontro estadual de meliponicultura

Com o tema ‘Organizar para Fortalecer’, o II Encontro Baiano de Meliponicultura foi iniciado nesta quarta (7), no Centro de Formação da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), em Salvador. O objetivo é reunir representantes deste sistema produtivo para discutir ações e tecnologias, tendo em vista a preservação ambiental, organização social, gestão e mercado, visando o fortalecimento da atividade. 
 
O evento, que segue até a próxima sexta (9), é promovido pela SDR, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), e a Federação Baiana de Apicultura e de Meliponicultura (Febamel), sendo considerado o maior evento específico sobre meliponicultura – atividade de criação de abelhas sem ferrão – no país. 
 
A programação é composta por conferências, minicursos, palestras, painéis temáticos, aula-show e clínica tecnológica. Também serão realizados o Concurso de Mel de Abelhas sem Ferrão, apresentação de trabalhos científicos e reunião da Câmara Setorial de Apicultura e de Meliponicultura e do Comitê de Sanidade das Abelhas. 
 
“Dada a importância desse segmento da agricultura familiar, dentre as diversas cadeias produtivas do estado, vem sendo concedido, nos últimos anos, um lugar privilegiado de fala, para que pudéssemos aportar recursos, para promover organização e criar as condições para torná-lo independente economicamente, a exemplo do que vem sendo realizado desde 2015, com investimentos da ordem de R$ 30 milhões”, afirmou o titular da SDR, Josias Gomes.  
 
O presidente da Associação dos Apicultores e Meliponicultores do município de Central, no Território de Identidade Irecê, Vilson da Silva (Viau), destacou que “graças ao apoio do Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, a meliponicultura, a cada ano, vem avançando e, para nós, é um prazer, uma satisfação muito grande poder fazer parte desse contexto e estar dentro dessa cadeia produtiva, em que qualquer pessoa pode manusear, num conhecimento a ser repassado para as futuras gerações”. 
 
Por meio do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), a partir de acordo de empréstimo entre o Governo do Estado e o Banco Mundial, a associação foi atendida com a implantação de uma unidade de beneficiamento de mel, com todos os equipamentos.
 
No evento, ocorrem ainda a exposição e a comercialização de produtos e equipamentos da meliponicultura, com diversos serviços, a exemplo de colmeias, indumentárias, mel, hidromel, artesanato e demais produtos relacionados a abelhas sem ferrão e dois meliponários, para aula prática e visitação dos participantes do evento.  
 
Participam agricultores familiares dos diversos municípios do estado da Bahia e de outros nove estados: Alagoas, Sergipe, Piauí, Ceará, Espírito Santo, São Paulo, Amazonas, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: