Eleições 2020

Prefeitura monta operação especial de serviços para dia da eleição

As eleições para o primeiro turno serão neste domingo (15) e a Prefeitura de Salvador montou uma operação especial para manter a cidade organizada, com o combate a poluição sonora, serviço da Defesa Civil 24h, além da atenção redobrada no trânsito.  

No trânsito, o eleitor terá de redobrar a atenção. Equipes do Núcleo de Operação Assistida (NOA) estarão nas ruas e na central de videomonitoramento, observando e ordenando o tráfego da cidade. Locais como Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia (Ufba), no Vale do Canela; o Colégio Iceia, no Barbalho; a Escola Politécnica da Ufba, na Federação; o Colégio Estadual Luis Viana, em Brotas; e também outras vias que registram grande movimento, como a Av. Mário Leal Ferreira (Bonocô), Rua Silveira Martins (Cabula) e os bairros de Pernambués, Cajazeiras e Itapuã terão agentes atuando;

A Transalvador proibiu eventos paralelos, evitando assim, possíveis congestionamentos que podem prejudicar a votação. Na Avenida Magalhães Neto e o Dique do Tororó permanecem suspensas devido à pandemia; Os estacionamentos em vias públicas só serão permitidos em área autorizadas. No dia, não terá zonas temporárias; Já a segurança, a Guarda Civil Municipal (GCM) fará rondas das 8h às 17h nas principais zonas eleitorais;

O transporte público terá operação especial, começando às 5h da manhã e terminando às 18h. Logo após esse horário, volta a normalidade. A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) informou que terão, além do horário especial, frota extra reguladora para atender à população na estação da Lapa, Pirajá, estação Acesso Norte e Mussurunga. O Plano Inclinado da Liberdade / Calçada vai funcionar das 7h às 17h30, totalmente gratuito. O Elevador Lacerda também vai operar no mesmo horário, porém, com valor de R$ 0,15. Veículos do Subsistema de Transporte Especial Complementar (STEC) vão estar nas ruas. 

No dia da eleição, agentes da Limpurb estarão nas ruas para organizar na varrição. Cerca de 2.258 funcionários irão ajudar a limpar a cidade, com 121 pessoas da área de coleta, 1474 para varrer, 663 em equipes especiais. 

Ameaças de desabamento de imóveis, deslizamentos de terra  e possíveis incêndios terão vistoria especial da Defesa Civil e da Codesal; Já a poluição sonora na cidade terá atenção redobrada pela Polícia Militar (PM), principalmente em bares, ruas e restaurantes, fiscalizando os decibéis, assim como o comércio informal que terá a observação da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop).

Fonte:BNews

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: